Pesquisar
Close this search box.

Mercado de Franquias no Brasil supera expectativas, cresce 13,8% e chega a R$ 240,661 bilhões em 2023

Franquia
Mercado de Franquias no Brasil supera expectativas - RFS

 

O mercado de franquias no Brasil consolidou sua recuperação e voltou a crescer em 2023, com o faturamento atingindo R$ 240,661 bilhões, variação nominal 13,8% em relação a 2022 e, portanto, acima das projeções que apontavam um crescimento entre 9,5% e 12%. Em relação a 2019 (pré-pandemia), o crescimento foi de 28,9%. É o que mostra a mais recente pesquisa da ABF – Associação Brasileira de Franchising. Dentre outros fatores, este desempenho foi alavancado pelo forte resultado no 4º trimestre de 2023, no qual o setor registrou um crescimento nominal no faturamento de 14,2% (R$ 63,8 bilhões para R$ 72,878 bilhões).

 

Outros indicadores corroboram o avanço das franquias no País. O número total de operações no Brasil atingiu 195.862, 6,2% a mais do que no ano anterior. Novas marcas continuam a adotar o franchising como plataforma de negócios, com um total de 3.311 redes de franquia identificadas (crescimento de 7,6%), um recorde no histórico de pesquisas da ABF. Com isso, o setor totalizou 1.701.726 empregos diretos (expansão de 7,1%), outro recorde.

 

Além da melhora do quadro macroeconômico (inflação menor, retomada do emprego e PIB positivo), a Associação atribui este desempenho às melhores práticas e aprendizados aprimorados nos últimos anos (tanto em relação a processos, como no relacionamento com consumidores e dentro da rede), ao avanço da digitalização em várias frentes (a realização de negócios totalmente online já faz parte do dia a dia das franquias), à omnicanalidade e à adoção de novos formatos, em um ambiente de atividades e hábitos presenciais (e híbridos) consolidado, com destaque para eventos e a retomada do turismo.

 

ABF 2024
Mercado de Franquias no Brasil 2023 – ABF – Divulgação

 

Para o presidente da ABF, Tom Moreira Leite, “esses resultados mostram a capacidade de adaptação do setor, principalmente em relação à digitalização e ao ajuste de modelos de negócio. De outro lado, o desejo do consumidor por atividades sociais, principalmente eventos, encontros e confraternizações, movimentou o setor de forma geral, mas principalmente Alimentação e Turismo. A capacidade de levar os mais diferentes serviços a diversas regiões do País também merece ser destacada. Não por acaso, cada vez mais marcas consideram o franchising como uma forma mais ágil e organizada de escalar seus negócios”.

 

O executivo pondera que alguns desafios, porém, permanecem, como equacionar os compromissos da pandemia, a pressão de custos, a dificuldade no acesso a crédito, a complexidade do ambiente de negócios no Brasil e dificuldades na contratação de mão de obra qualificada. “Por isso, a urgência de avançarmos na agenda de reformas, sendo o novo sistema tributário brasileiro o foco do nosso advocacy, de forma que ele atenda às necessidades de um setor intensivo em mão de obra, que qualifica e requalifica o entrante no mercado de trabalho, assim como os que já estão inseridos nele. Defendemos também o reajuste do teto do Simples Nacional, de forma que o setor continue a gerar cada vez mais empregos e renda”, disse o presidente da ABF.

 

Unidades: expansão ganha impulso

 

A taxa média de abertura de novas operações na amostra alcançou 17,3% no ano passado – ante 14,9% em 2022 – e 5,9% das operações fecharam (um pouco menos do que no ano anterior, que foi de 6%), resultando num saldo positivo de 11,4%, acima dos 9,8% de 2022.

 

“Como as pesquisas indicam, o empreendedorismo continua em alta no Brasil e o franchising é um caminho mais pavimentado e rápido para quem deseja investir, ainda mais se for o primeiro negócio. Cabe ressaltar também a grande variedade de opções no mercado e o aprofundamento dos planos de expansão e a diversidade de formatos, de maneira a se adaptar a diferentes situações. A fim de apoiar esse movimento, lançamos duas plataformas de capacitação, o ABF Academy e o Portal Parceria ABF e Sebrae, para facilitar a transmissão de conhecimento para indivíduos interessados em franquias e franqueados em diferentes estágios do negócio. A parceria com o Sebrae prevê ainda o apoio mútuo em feiras e reuniões de negócios e de franquias ao longo do ano”, afirma o presidente da ABF.

 

Já os repasses no período quase dobraram, passando de 2,5% em 2022 para 4,3% em 2023. “De fato, os repasses neste ano ganharam impulso. Isso demonstra a crescente maturidade do franchising em nosso país, uma vez que indica o potencial de ativos sob nova gestão. Vale ressaltar também o papel dos multifranqueados, que aproveitam o repasse para ampliar seu número de unidades, com a facilidade de operar em pontos já estabelecidos. Vejo também que as marcas têm trabalhado esse tema de uma forma mais ampla, principalmente dentro de sua própria rede”, explica Tom Moreira Leite.

 

10 tendências para o mercado de franquias em 2024. O que esperar do setor este ano.

 

Número de redes aumenta acima da projeção

 

O volume de redes de franquias no País em 2023 aumentou acima da projeção da ABF. De acordo com o levantamento da entidade, a indústria do franchising nacional totalizou 3.311 marcas, alta de 7,6%. O índice é quase o dobro do crescimento projetado pela entidade, que foi de 4%. Com isso, a média de unidades por rede foi de 59.

 

ABF 2024 3
Mercado de Franquias no Brasil 2023 – ABF – Divulgação

 

Para o presidente da ABF, “temos acompanhado uma crescente variedade de empresas aderindo ao franchising. Além do movimento da indústria chegando ao varejo e de grupos de alimentação ganhando corpo, temos o surgimento de franquias de seguros, serviços administrativos, tecnologia e economia circular, dentre outros nichos. Temos também grupos consolidados lançando ou desenvolvendo novas marcas. Esse movimento abre ainda mais o leque de investimento para potenciais franqueados de diferentes perfis e, na medida que gera demanda na cadeia para fornecedores do franchising, fortalece o sistema como um todo”.

 

Franchising segue empregando mais

 

ABF 2024 2
Mercado de Franquias no Brasil 2023 – ABF – Divulgação

 

Tendo em vista a expansão do volume de unidades e de redes, o setor de franquias segue empregando diretamente mais pessoas. De acordo com o balanço do franchising em 2023, o número de trabalhadores diretos subiu de 1.589.276 para 1.701.726, um crescimento de 7,1% em relação ao ano anterior. O levantamento também aponta que cada unidade de franquia gera, em média, nove empregos diretos.

 

Crescimento em todos os segmentos

 

Todos os 11 segmentos do franchising cresceram acima de 9% em 2023 frente ao ano anterior, indica a pesquisa da Associação. Alimentação – Food Service se destacou com alta de 17,9%, beneficiada pela forte retomada da vida social da população, especialmente dos pontos físicos, continuidade da venda por delivery como faturamento incremental, novos modelos e formatos focados em conveniência, tecnologia com foco em aumento da produtividade e à alta do tíquete médio. Saúde, Beleza e Bem-Estar vem em seguida, com crescimento de 17,5%, justificado pela tendência da saudabilidade e o bom desempenho dos segmentos de clínicas de estética, odontologia, óticas e farmácias. O terceiro maior avanço ficou com Hotelaria e Turismo (16,4%), também beneficiado pela forte retomada das viagens, do aumento do tíquete médio das viagens aéreas, da demanda reprimida, pelo retorno de eventos e lazer e novos formatos de operação via franquia.

 

Projeções

 

As projeções da Associação Brasileira de Franchising para o setor em 2024 são de um faturamento 10% maior, de expansão das operações em 5,5%, das redes em 5%, e uma alta também de 5,5% no número de empregos diretos.

 

De acordo com o presidente da entidade, “os números do balanço do setor de franquias em 2023 reforçam a trajetória positiva de nosso setor, o aprimoramento da gestão dos negócios, os ganhos de eficiência que geram melhores resultados, refletidos também nas melhores práticas do setor e no franchising íntegro. Cumprindo sua missão de representante oficial do setor de franquias brasileiro, a ABF continuará defendendo-o, acompanhando a regulamentação da reforma tributária no Congresso Nacional, atenta e atuante para que haja um melhor ambiente de negócios no Brasil, que valorize o empreendedorismo e, com isso, facilite o caminho para desenvolvimentos ainda maiores”, completa o presidente da entidade.

 

Renovação do convênio com a ApexBrasil

 

Uma das metas para 2024 é ampliar a presença de marcas brasileiras no exterior. Um importante passo para isso é a renovação do convênio entre a ABF e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) assinado por ambas instituições.

 

Firmado pela primeira vez em 2005 e com duração de 24 meses, o convênio viabiliza o Franchising Brasil, programa que apoia a internacionalização das marcas brasileiras. O convênio anterior foi encerrado com a participação de 178 empresas e o objetivo da ABF e ApexBrasil é que nos próximos dois anos o programa atinja este mesmo número ou mais participantes.

 

Entre as ações já programadas para 2024 estão a participação na Expo Paris (16 a 18 de março), as missões à Multi-Unit Franchise Conference (18 a 23 de março, em Las Vegas) e à Guatemala (abril), o Projeto Comprador (26 a 29 de junho, na ABF Franchising Expo, em São Paulo), as missões à China (em junho e setembro), ao Chile (outubro) e à Portugal (novembro).

 

Estudo da ABF e ESPM aponta que franquias internacionalizadas têm maior maturidade digital

 

Metodologia

 

A Pesquisa de Desempenho do Franchising Brasileiro teve uma base amostra que representa, aproximadamente, 43% do faturamento e 33,2% do número de unidades do setor. Envolvendo o mercado como um todo, inclusive não associados, os números do desempenho do setor de franchising são apurados em pesquisa por amostragem extrapolados para o mercado, cruzados com levantamentos feitos por entidades representantes de setores correlatos ao sistema de franquias, órgãos de governo, instituições parceiras e de ensino. Auditados por empresa independente, os dados divulgados pela ABF são referência para órgãos governamentais de diversas esferas, entidades internacionais do franchising, como World Franchise Council (WFC), Federação Ibero-americana de Franquias (FIAF) e instituições financeiras.

 

Sobre a ABF

A ABF – Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987, que representa oficialmente o sistema de franquias brasileiro. O setor registra um faturamento anual superior a R$ 240,661 bilhões em 2023, mais de 195 mil operações e cerca de 3.300 marcas de franquias espalhadas por todo o Brasil. Além disso, o franchising brasileiro responde por mais de 2,3% do PIB e emprega diretamente mais de 1,7 milhão de pessoas. Atualmente com mais de 1.700 associados e cobrindo todo o território nacional por meio da seccional Rio de Janeiro e de regionais (Centro-Oeste, Interior de São Paulo, Minas Gerais, Nordeste e Sul), a entidade reúne franqueadores, franqueados, advogados, consultores e demais fornecedores e stakeholders do setor. Não sendo um órgão regulador, o propósito da ABF é fomentar o franchising brasileiro, nacional e internacionalmente, para que ele se mantenha próspero, sustentável, inovador, inclusivo, íntegro e ético. A Associação dedica-se a aperfeiçoar o sistema de franquias brasileiro por meio da capacitação de pessoas em diversos cursos presenciais e on-line, do estímulo à inovação, da disseminação das melhores práticas, da representação junto às diversas instâncias públicas e divulgação dos resultados do setor. Acompanhe as notícias da ABF na newslettersemanal e gratuita.

 

Leia outros conteúdos sobre Redes e Franquias aqui na Rede Food Service!

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter