in

Delivery de comida fitness: um mercado totalmente alinhado com os novos hábitos dos brasileiros em meio aos efeitos da atual pandemia de Covid-19

Na contramão de outros ramos, novas oportunidades surgiram para quem trabalha com produção e entrega em domicílio de comida saudável desde a chegada da doença ao país

Papila Fresh oferece bowls e saladas exclusivamente pelo serviço de Delivery - Foto: Divulgação

 

Pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) aponta que, desde o começo da atual pandemia de Covid-19, 80% dos brasileiros passaram a buscar uma alimentação mais saudável e, assim, consumir produtos frescos e nutricionalmente ricos.

 

Frente à essa intensificação da chamada ‘onda de saudabilidade’ entre os brasileiros durante o período pandêmico somada às restrições de circulação e do comércio, o mercado delivery de comida fitness, ou só fit com muitos apelidaram o ramo, também vem apresentando significativo crescimento. Conforme recente estudo divulgado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), comida por delivery e supermercados são as duas categorias que mais crescem desde a chegada do Novo Coronavírus ao país. O estudo, feito em parceria com a Offer Wise entre os dias 30 de março e 7 de abril deste ano com 958 internautas de todas as classes econômicas, indica, inclusive, que o número de brasileiros que realizaram ao menos uma compra de comida por delivery nos últimos 12 meses praticamente dobrou na comparação com 2019, passando de 30% para 55%. Já sobre as compras de supermercado, o percentual saltou de 9% para 30%, sendo válido ressaltar que essa categoria é a que possui maior peso no varejo brasileiro.

 

BR Fitness, alimentação saudável sem conservantes e agrotóxicos – Foto: Ubereats Reprodução

 

Em meio a esse novo cenário em que pedir comida usando canais digitais com o auxílio da Internet tornou-se mais do que um hábito entre uma população bastante preocupada com a saúde, novas oportunidades surgiram para quem trabalha com o chamado popularmente ‘delivery fit’, como é o caso de Cintia Neres Mariani, empresária formada em Administração e Contabilidade e que, atualmente, é proprietária e CEO da franquia de alimentação saudável BR Fitness.

 

Mariani conta que começou a trabalhar no mercado de comida fit em setembro de 2018, antes da pandemia, quando foi a primeira a abrir uma loja franqueada da marca que, até então, não era sua. No entanto, devido à sua bem-sucedida gestão, tornou-se uma liderança da empresa e, desde 2020, já pós-pandemia, trabalha em prol da fortificação da marca, que já possui 11 franquias espalhadas pelo país, sendo todas seguindo o modelo da sua unidade inicial.  “Trabalhamos com uma alimentação 100% saudável sem conservantes e agrotóxicos. Nossa produção é diária até três vezes ao dia. Então, nossa comida está sempre fresquinha. Nossa famosa lasanha de abobrinha e patinho moído e os sucos detox, especialmente o detox de ameixa, são os nossos produtos carro-chefe”, apresenta.

 

Cintia Neres Mariani – Foto: Divulgação

 

Para a empresária, a pandemia de Covid-19 e o consecutivo amadurecimento do mercado de entrega em domicílio foram fundamentais para o crescimento do seu negócio, o qual ela entende com uma solução para o momento. “No começo, as pessoas estavam enclausuradas e só comendo besteiras.  E a nossa opção delivery é 100% saudável e veio para trazer saúde com sabor para as pessoas. Produzir e entregar comida fitness não é uma moda. Pelo contrário! É saúde e, a cada dia mais, as pessoas estão se conscientizando que a alimentação é tudo para o bom funcionamento da sua máquina, o corpo humano. Assim, cada dia mais, as pessoas estão aderindo à vida saudável”, garante.

 

Alex Lewkowicz – Foto: Divulgação

 

Alex Lewkowicz, formado em Administração, é Sócio-Fundador da Papila Deli e responsável pela área de Marketing e Novos Negócios da empresa. Ele também avalia que o período pandêmico só somou ao mercado de comida fitness, com ênfase no sistema de entrega em domicílio. “O delivery teve um papel importantíssimo desde o início da pandemia. Crescemos 400% no primeiro semestre de 2021 comparado ao primeiro semestre de 2020. Podemos dar duas óticas para isso. Primeiro, a pessoa que pede um delivery como um gesto de indulgência e segunda a pessoa que pede um delivery como forma de autocuidado. Nunca se discutiu tanto sobre saúde e bem-estar e a alimentação é um pilar indissociável disso. A Papila Deli nasceu em 2019, com o propósito de revolucionar o delivery e entendemos que isso só é possível se oferecermos produtos de qualidade, com uma entrega rápida e um preço justo para um consumidor, cada vez mais, exigente, consciente, que busca conveniência, variedade, saúde e sabor sem que uma coisa exclua a outra. E é por isso que temos diferentes culinárias, como a Papila Poke, que oferece pokes havaianos, e a Papila Fresh, com bowls e saladas. As duas culinárias têm um alto índice de recorrência, o que mostra que o cliente não só gosta do produto, como repete a compra e indica aos amigos.  Especificamente na Papila Fresh, temos o Bowl de Penne Integral e a Salada Mediterrânea como alguns dos produtos de maior saída”, detalha.

 

Uma das receitas exclsuivas de Salada do Papila Fresh – Foto: Divulgação

 

Assim como Mariani, Lewkowicz avalia que o mercado delivery de comida fitness no atual momento da pandemia de Covid-19 não é mais só uma tendência. “É algo fundamental para qualquer negócio na gastronomia. As pessoas estão, cada vez mais, informadas e preocupadas com a qualidade do que consomem e os restaurantes precisam estar atentos a isso, oferecendo um cardápio que seja saboroso e saudável, sem que uma coisa exclua a outra de forma inclusiva e abrangente. Podemos fazer um paralelo com o vegetarianismo. Se pensarmos anos atrás, os menus não tinham muitas opções para esse público e ofereciam ‘tirar a carne’ como alternativa. Do que tenho observado, cada vez mais, tem novas opções pensadas cuidadosamente para esse público. Na Papila Fresh, por exemplo, temos algumas saladas sem proteína animal, além da opção do consumidor montar a sua salada com os ingredientes que quiser”, exemplifica.

 

Boas práticas

 

Sobre as melhores práticas para atuar no mercado delivery de comida fitness, Lewkowicz divide que “na Papila Deli, temos cinco nutricionistas que fazem o controle de qualidade e nos ajudam a encontrar o equilíbrio entre os ingredientes. Nós entendemos que uma alimentação saudável não precisa ser restritiva e estamos sempre disponíveis para tirar dúvidas dos clientes que tenham alguma restrição alimentar, por exemplo”, relata.

 

Papila Fresh – Foto: Divulgação

 

O empresário relata ainda que é preciso “levar em conta que uma comida fit, como as saladas da Papila Fresh, precisam chegar em bom estado e em boa temperatura até a casa do cliente. Nesse sentido, temos embalagens que têm um custo mais alto justamente para garantir a qualidade do produto até o destino final, além de separamos ingredientes secos e crocantes dos ingredientes úmidos. Nós somos uma marca 100% digital. Assim, funcionamos apenas por delivery. Então, toda nossa estratégia acaba sendo diferente da estratégia de um restaurante com salão para consumo no local. Temos o Instagram como principal plataforma e, nele, tentamos mostrar desde os nossos produtos e lançamentos até um pouco dos nossos bastidores”, pontua.

 

Bons resultados

 

Por fim, Lewkowicz reforça que atuar no mercado delivery de comida fitness traz bons resultados e, portanto, “vale a pena! Estamos falando de produtos frescos e de alta qualidade que o consumidor pode pedir e receber onde estiver em minutos. Um ponto interessante de se observar é que, na Papila Deli, um mesmo ingrediente pode ser usado em diferentes pratos, o que nos dá uma taxa baixíssima de desperdício e um poder de negociação bom com os fornecedores. Além disso, a fidelidade dos nossos clientes e o alto índice de recorrência falam por si só”, conclui.

 

E aí? Ficou interessado (a) em aproveitar esse ‘boom’ do mercado delivery de comida fitness? Então, continue nos acompanhando, pois, toda semana, trazemos exemplos reais de como é trabalhar no ramo de entrega em domicílio, com dicas e insights que você só encontra aqui na Rede Food Service!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

São Paulo reduz ICMS para Bares e Restaurantes

Gourmet Experience movimenta o mercado de Food Service no Nordeste