in ,

Garden Brands anuncia aquisição da Mimic para criação da Eatopia, a maior empresa de restaurantes digitais da América Latina

Criada a partir da fusão entre as duas Food Techs, a holding Eatopia inicia operação com média de 130 mil pedidos mensais e planos de expansão para outras regiões do Brasil

Ricardo Leme, Rafael Almeida, Norberto Costa e Jean Paul Maroun, sócios da Eatopia - Foto: Cláudio Gatti

 

Garden Brands e Mimic, duas das maiores Food Techs do país, anunciam a fusão de suas operações para o lançamento da Eatopia, que nasce sendo a maior operadora de restaurantes digitais da América Latina.

 

A Garden Brands, liderada por Norberto Costa, Ricardo Leme e Rafael Almeida, se uniram ao CEO da Mimic, Jean Paul Maroun, para aquisição da empresa. O quarteto assume a liderança da Eatopia, responsável por 12 cozinhas físicas no Brasil, chamadas de hubs, com mais de 300 funcionários que operam diversas marcas do segmento gastronômico, atendendo, atualmente, a mais de 130 mil pedidos por mês – o que equivale a cerca de 200 mil pessoas.

 

Com faturamento anual na casa dos R﹩100 milhões e um modelo altamente tecnológico, replicável e adaptável às mais diferentes realidades e necessidades de consumo, os planos do grupo são audaciosos: revolucionar o mercado de delivery do Brasil, entregando muito mais do que pedidos, mas experiências completas aos consumidores.

 

A nova holding brasileira desponta já como líder de mercado e única empresa com operação híbrida, atuando na gestão de marcas próprias, como Poke Garden e Sushi Garden One, e também de marcas licenciadas, como as hamburguerias Patties e Guarita Burguer, a pizzaria Bráz Elettrica e a rede curitibana The Coffee.

 

A reunião de marcas bem-sucedidas dentro de suas categorias é, segundo os sócios, apenas uma pequena parte de um modelo de negócios que, embora novo, já se mostra maduro e com bom índice de fidelização – mais de 75% dos clientes voltam a comprar de alguma das marcas do portfólio (enquanto a média do mercado oscila entre 30 e 40%) – quanto no baixíssimo número de ocorrências com pedidos, que representa apenas 0,8% das vendas atuais. Além disso, o atendimento rápido e personalizado, um dos principais pilares da cultura da empresa, tem garantido a todas as operações do grupo índice de satisfação superior a 4,7 (de 5,0).

 

“A Eatopia traz o que há de mais inovador no mercado, unindo produtos de grande qualidade em um modelo de excelência na operação, com alta eficiência e produtividade. Essa é a receita para mantermos a experiência do cliente no centro do negócio e conseguirmos trazer, para o digital, a mesma conexão e engajamento que mantinham com as marcas no ambiente físico”, explica Norberto Costa, sócio da Eatopia para a Rede Food Service.

 

Para a liderança recém-formada, a holding é também uma oportunidade de mostrar que o potencial do delivery, mercado ainda pequeno quando comparado aos estabelecimentos físicos, abre caminho para planos de expansão em curto prazo, mesmo diante do cenário incerto de pós-pandemia.

 

Hoje a Eatopia já cobre cerca de 90% da cidade de São Paulo, considerando área e categorias de delivery, além de contar com operações em Campinas e Santo André. Mas os próximos passos da marca miram a ampliação do negócio no Brasil, país responsável por cerca de 50% do mercado de delivery da América Latina. “Temos uma capacidade enorme de expansão para outros estados e cidades do país e estamos desenhando esse movimento em quatro frentes: a expansão das nossas marcas próprias para hubs atuais que cobrem raios de entrega hoje não atendidos; a criação de 5 novas marcas, duas delas com operações implementadas nos hubs atuais ainda no 1º semestre de 2022; novas parcerias para o licenciamento de marcas líderes de suas categorias; e a inauguração de novos hubs em cidades do território nacional” explica Ricardo Leme, sócio da Eatopia.

 

“A capacidade de operar diversas marcas dentro de um hub com alta tecnologia oferece recursos para um mapeamento detalhado sobre as demandas em diferentes localidades, como frequência e ticket médio por categoria. Esse mapeamento nos permite adaptar o planejamento dos hubs para cada realidade e garante ótimos resultados da operação. Nossa expectativa é dobrar o faturamento até o fim de 2022”, explica Jean Paul, sócio da Eatopia.

 

E esse avanço já vem sendo experimentado pela holding desde muito antes de seu lançamento – considerando as performances da Garden Brands e da Mimic, que dobraram de tamanho nos últimos doze meses, a Eatopia nasce já com índice superior a 100% de crescimento. Além disso, nos próximos 12 meses, os investimentos serão destinados às prioridades da organização: o desenvolvimento de tecnologias voltadas à otimização e automação das operações multimarcas dos hubs; e a relação com os consumidores. “Nosso diferencial é justamente o fato de não sermos apenas uma empresa de tecnologia e nem apenas uma empresa de restaurantes. Oferecemos eficiência em restaurantes digitais, focados em alta qualidade do produto e experiência do cliente. Nossa operação já nasceu no ambiente digital para oferecer ao consumidor rapidez e eficiência na gestão dos pedidos e das entregas”, afirma Jean Paul.

 

A natureza digital, que faz do delivery o responsável por praticamente 100% do faturamento, também exigiu a criação de um sistema novo, diferente do que é tradicionalmente colocado em prática por empresas multicanal, normalmente grandes marcas e franquias que veem na entrega de comida uma receita complementar ao atendimento em salões físicos. Para lidar com o volume de entregas e atender ao propósito do negócio desenvolveram um sistema de gestão inteligente de pedidos focado em customer experience que reduziu pela metade o tempo de espera do consumidor. Na Eatopia essa já é uma realidade: 95% dos pedidos são entregues em menos de 30 minutos.

 

“Toda a nossa operação foi pensada primeiramente para a qualidade do produto e, consequentemente, para que toda a jornada do consumidor seja a mais positiva possível. Desde a escolha dos ingredientes e o cumprimento dos protocolos sanitários a nível internacional até a entrega do pedido, todo o processo – que já começa no primeiro clique no aplicativo – tem como foco criar, no delivery, um novo conceito de hospitality, baseado na construção de uma relação transparente e responsável entre consumidor e marca”, finaliza Rafael Almeida, sócio da Eatopia.

 

Sócios da Eatopia – Foto: Cláudio Gatti

 

Sobre a Eatopia

Holding criada em 2021, a partir da fusão entre as Food Techs Garden Brands e Mimic. A Eatopia é a maior operadora de restaurantes digitais da América Latina, com operação em modelo híbrido multimarcas (marcas próprias e licenciadas). Sua atuação tem como foco oferecer as melhores marcas, produtos e serviços em todas as categorias de alimentos. Com faturamento anual na casa dos R﹩100 milhões, atualmente é responsável por 12 hubs no Brasil (distribuídas em São Paulo, Campinas e Santo André), que funcionam com máxima eficiência para atender em média 130 mil pedidos mensais e mais de 200 mil pessoas por mês.

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Nestlé elege o melhor bolo de aniversário do Brasil

Vatapá cremoso e rápido de Liquidificador