in

E é chegado o fim do ano, tão esperado…

por Andrea Rosas, curadora da editoria Vida de Chef da Rede Food Service

Foto: misturastudiorn

 

Tem quem diga que não conta com este ano, que não concretizou nada, que parece que não existiu e várias outras declarações neste mesmo tom.

Realmente, de fato nada aconteceu para quem continuou olhando para fora, apontando o outro pelas suas responsabilidades.

A meu ver, este ano foi fundamental para o nosso crescimento e para determinar qual será o teor das nossas ações daqui pra frente.

Quem entendeu e se voltou ao trabalho interno, certamente é uma pessoa completamente diferente à de março/2020….

…Foi um ano de escolher minuciosamente o feijão, descascar muitos abacaxis, coar mágoas, temperar alegrias e de aquecer transformações! Quem se deixou florescer, cedeu ao “calor” e deixou para sempre de ser milho e hoje anda de cabeça erguida desfilando sua pipoca.

Neste mesmo movimento, olhamos para o nosso negócio com um sentimento de reforma, com uma necessidade enorme de cuidar detalhes, aprendemos a exercitar nossa compaixão e ouvirmos a equipe com o coração aberto. Entendemos que o básico que tinha nos levado até ali, hoje não funcionaria mais.

E o que fazer? Uma pergunta efervescente na mente dos empreendedores…um convite à coragem (cor: Coração + agem: agir) e ao ato criativo, uma mudança de escopo!

Nasceram projetos belíssimos na tentativa de ressignificar!

Vi colegas criando planos de assinaturas à domicilio, seja no caminho do veganismo ou da saudabilidade, dando o recado que podemos nos deixar cuidar, que tem quem se preocupe com a sustentabilidade e bem estar, tirando o olhar do umbigo e projetando para o macro, o todo, a comunidade.

Outros vendendo kits de alta gastronomia para serem apenas finalizados pelos clientes, desapegando da vaidade, correndo o risco do cliente dizer “fui eu que fiz”, mas não se importaram com isso…entenderam que hoje se despir das futilidades da vida e assumir um papel mais colaborativo é fundamental.

Tem bar que ensacou seus drinks autorais para possibilitar a experiência à distância, trazendo pequenos momentos de lazer.

Teve quem começou à vender seus insumos exóticos, diminuindo a distância dos sabores no nosso paladar…Chefs que fizeram suas entregas pessoalmente como um plus…Distribuições massivas de marmitas à pessoas carentes…Doação de talento e assim seguiram as ações maravilhosamente criativas e amorosas das pessoas que compõe este segmento…

Quando paramos para analisar e sem querer romantizar uma epidemia que de fato está matando gente diariamente, percebemos que aos poucos a nossa sociedade está “virando a chave” para focar o que realmente interessa…

… Um mundo mais cooperativo, mais compassivo e muito mais amoroso! O simples exercício da reinvenção nos deu essa dica! A direção a cuidar…

Espero que 2021 seja um ano de colher todas estas iniciativas e de regar esta semente que inicia sua germinação formosamente!

Começar denovo com o olhar compassivo e amoroso de quem quer uma sociedade melhor!

Muitos anos da minha vida assinei os e-mails e mensagens, com a frase “Juntos somos muito melhores!” Hoje tenho certeza que esse é o único caminho possível!

Desejo um Natal que celebre o nascimento e florescimento de nossos tesouros e um Ano novo, cheio de sonhos e esperanças, entendendo que sempre, apesar dos pesares, temos como evoluir e nos orgulharmos da nossa resiliência!

Um abraço virtualmente apertado, aqueles de urso que aquecem nosso coração e nos arrancam suspiros!

Agradeço infinitamente as oportunidades aproveitadas de 2020!

Andrea Rosas

 

Sobre a autora

Natural da Argentina e Brasileira de coração, a chef Andrea Rosas atua no mercado há quase 30 anos, com trabalhos importantes realizados no Brasil e no exterior. Publicitária, gastrônoma e especialista em Gestão de Pessoas, a chef liderou equipes de consultoria gastronômica nas principais industrias de alimentos do país. Sua experiência corporativa a tornou uma das consultoras gastronômicas mais cobiçadas do atual mercado nacional de food service.

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Eudes Assis e sua importante descoberta de que vida de chef também é valorizar as raízes

Academia da Cerveja é criada por escolas cervejeiras e Ambev