Pesquisar
Close this search box.

NRA Show: o impacto da tecnologia no futuro do Food Service

Tecnologia
NRA Show: o impacto da tecnologia no futuro do Food Service - Getty Images - Rede Food Service

 

Os Estados Unidos, maior economia mundial, com um PIB estimado em quase US$ 30 trilhões, são referência em tendências no varejo e, no setor de Food Service, não poderia ser diferente. Neste ano, a expectativa é que o setor ultrapasse, pela primeira vez, a marca de US$ 1 trilhão em vendas, número expressivo que acende um alerta para quem atua no ramo: segundo a State of the Industry 2024, da National Restaurant Association (NRA), 45% das empresas do segmento acreditam que a concorrência seja mais intensa este ano em comparação ao ano passado.

 

Para sobreviver nesse mercado em crescimento constante, porém muito acirrado, os varejistas podem se apoiar na tecnologia, no relacionamento com o público e na experiência cada vez mais completa para se sobressair diante dos concorrentes. Essas e outras tendências foram destaques no NRA Show, o maior evento de Food Service do mundo, realizado em Chicago, nos Estados Unidos.

 

Como não poderia ser diferente, a tecnologia foi o foco das discussões, principalmente,  a evolução e impacto da Inteligência Artificial (IA) e outras tecnologias emergentes no setor de serviços, e na indústria de alimentos e bebidas. Os grandes insights compartilhados por especialistas que participaram do evento apontam que a IA estará embutida de forma integrada nos sistemas, seja ponto de venda, back office ou atendimento ao cliente, de maneira que nem sempre será visível para os usuários finais.

 

De forma prática, os consumidores terão a oportunidade de, no futuro, ver a IA de voz no drive-thru e no atendimento ao cliente, com a finalidade de melhorar as interações e experiências de compra. A robótica também é uma tecnologia a ser estudada para executar tarefas, como servir comida e retirar pratos, sendo uma importante aliada para aumentar a eficiência, melhorar e agilizar o atendimento e a experiência do cliente.

 

Para que o público tenha uma jornada de compra cada vez mais rápida e memorável, a tendência de vendas automáticas está crescendo, com máquinas preparando alimentos frescos na hora. Essa tecnologia pode utilizar robôs na preparação das refeições, oferecendo novas oportunidades para a indústria de serviços alimentares.

 

Outro grande destaque do evento foi a discussão sobre a automatização das cozinhas, na qual fornos inteligentes estarão interligados com os PDVs para receber os pedidos em tempo real, fazer o preparo de forma automática com maior visibilidade em relação aos detalhes de cozimento, técnicas, ingredientes incluídos ou removidos de cada pedido e liberar o produto através de uma unbox de retirada. Isso permite uma jornada de compra mais rápida, com menor risco de erros na preparação dos pratos e uma experiência mais completa para o consumidor.

 

A NRA Show também reforçou a importância da integração de soluções tecnológicas para otimizar operações e melhorar a experiência do cliente. Os restaurantes que estão emergindo e crescendo rapidamente são os que prestam atenção tanto à sua vitrine digital quanto à física. Por isso, temos visto uma consolidação no mercado da convergência em algumas categorias, como na plataforma fora do local,  no ponto de venda (POS) e no back office.

 

O fato é que os estabelecimentos, cada vez mais, devem investir em tecnologia para melhorar a experiência de consumo e a lucratividade, ter presença digital e fazer uso de IA para personalização e eficiência operacional, mas o segredo é focar os esforços em tendências duradouras em vez de modas passageiras.

 

O uso de dados para entender o comportamento do consumidor, por exemplo, tem se consolidado rapidamente no setor. A partir das informações sobre cada cliente, é possível analisar tendências de compras, oferecer promoções e benefícios personalizados, além de experiências únicas que desenvolvem o relacionamento com a marca. O futuro do Food Service aliado aos dados é feito de experiências completas e tecnologia de ponta que levam os colaboradores da linha de frente de bares e restaurantes a se concentrarem em cuidar e se aproximar dos consumidores ao invés de enviar um novo pedido ou receber uma conta.

 

A visão de futuro do setor apresenta o uso da tecnologia, incluindo IA e aprendizado de máquina, para permitir personalizar a experiência do cliente sem substituir o toque humano, apenas liberando os funcionários para se concentrar na hospitalidade. Os consumidores de hoje querem experiências mais integradas e personalizadas, e é essencial usar tecnologias e dados para otimizar operações e melhorar a satisfação. Portanto, investir em plataformas digitais e aplicar insights é crucial para acompanhar as mudanças que o futuro do Food Service trará.

 

O Autor

O Samuel é diretor da vertical de Food, na Linx. Possui mais de 20 anos de experiência na área de tecnologia, sendo 15 anos em Food Service e é formado em Sistemas de Informação pela Universidade Nove de Julho (2009). Especialista em gerenciar e negociar grandes clientes, Key Account e Contas Enterprise, Samuel está na Linx desde 2019, liderando a área comercial para Customer Success e Hunter.

Confira outros artigos do autor, AQUI na Rede Food Service.

Leia outros conteúdos sobre Gestão e Mercado aqui na Rede Food Service!

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter