Pesquisar
Close this search box.

Padarias brasileiras têm 140 mil vagas de emprego abertas

Fundação Bunge oferece curso gratuito de panificação, confeitaria e culinária; jovens saem da formação com emprego garantido

Bunge
Padarias brasileiras têm 140 mil vagas de emprego abertas - Foto: Keiny Andrade - Divulgação

 

O Brasil tem 140 mil vagas de emprego abertas em padarias, segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip). A falta de mão de obra é um dos principais gargalos do setor, que movimentou R$ 135,24 bilhões em 2023. Com o objetivo de formar mão de obra qualificada para atuar nesta área, a Fundação Bunge desenvolve o projeto De Grão em Pão, que oferece formação gratuita para jovens de 18 a 29 anos, moradores da periferia de São Paulo (SP), Duque de Caxias (RJ) e Recife (PE).

 

Os alunos recebem formação teórica e prática na área de panificação, confeitaria e culinária com chefs de cozinha, além de bolsa auxílio e mentoria profissional. Ao final do curso, recebem ainda propostas para trabalhar em padarias próximas às suas residências.

 

Segundo Cláudia Buzzette Calais, diretora-executiva da Fundação Bunge, o De Grão em Pão tem objetivo duplo: formar mão de obra qualificada para atuar no setor de panificação, um gargalo da área, e oferecer oportunidade de formação e emprego para jovens, que estão em uma das faixas etárias mais desempregadas do país. Segundo dados do primeiro trimestre de 2024 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE, o nível de desocupação dos jovens de 18 a 24 anos no Brasil foi de 16,8%, mais do que o dobro da média nacional, que ficou em 7,9%. Em números absolutos, são 2,5 milhões de jovens de 18 a 24 anos desocupados no país.

 

“O Brasil conta hoje com 295 mil padarias. Há uma carência grande por profissionais para atuar nas áreas de produção como padeiro, salgadeiro e confeiteiro. Vemos que essa área é uma oportunidade interessante para os jovens se inserirem no mercado de trabalho com carteira assinada e construírem carreira. É por isso que oferecemos o De Grão em Pão. Queremos conectar padarias com jovens interessados nessa área, para incluí-los em um mercado muito promissor”, afirma Cláudia na REDE FOOD SERVICE.

 

Sheila Ferreira Silva participou da turma do segundo semestre de 2023 do curso De Grão. Assim que formada, começou a trabalhar como confeiteira na padaria Big Bread, localizada no Parque São Domingos, na Capital paulista.

 

“Participar da terceira turma do “De Grão em Pão” foi algo transformador, pois por meio do projeto fui inserida no universo da panificação e da confeitaria, a partir das aulas teóricas e práticas ministradas pelos chefs da Academia Bunge e dos chefs convidados. Tive contato com os equipamentos e maquinários profissionais e desde o início fui incentivada a pesquisar e estudar mais sobre essa área de trabalho. Estou realizada por poder trabalhar na área que tanto gosto e sou muito grata por poder ter feito parte deste projeto”, afirma.

 

Orientação socioemocional

 

Outro ponto importante do projeto é que os alunos recebem orientação socioemocional ao longo do curso e após a formação. Os jovens aprendem como preparar currículo, como se comportar no ambiente de trabalho e recebem acompanhamento de carreira profissional com mentoria da Fundação Bunge.

 

“Isso é muito importante, porque muitos desses jovens estão começando sua trajetória profissional, sendo esse o primeiro emprego deles. É por isso que fazemos esse acompanhamento, com mentoria especializada, para ajudá-los nesse momento e prepará-los para oportunidades futuras”, explica Cláudia.

 

Para Sheila, a formação socioemocional “é a cereja do bolo” do projeto. “Aprendemos muito com a rotina real destes estabelecimentos, e adquirimos a experiência necessária para dar prosseguimento na carreira”, conta.

 

O projeto tem duração de dez meses e tem etapas de seleção; preparação socioemocional; qualificação profissional; contato com o mercado de panificação e confeitaria; formatura; encaminhamento para o mercado de trabalho; e acompanhamento de carreira profissional com mentoria da Fundação Bunge.

 

São parceiros do De Grão em Pão: Academia Bunge, a Harald Chocolates, Fundação Wadhwani, Sindicato e Associação da Indústria de Panificação e Confeitaria de São Paulo (Sampapão), Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado de Pernambuco, Associação dos Industriais de Panificação de Pernambuco e Sindicato das Indústrias de Alimentos e Bebidas da Baixada Fluminense (Simapan).

 

Tendências na Panificação em 2024. Confira as dicas de sucesso para o seu negócio neste ano!

 

A Fundação Bunge

A Fundação Bunge, entidade social da Bunge no Brasil, há mais de 60 anos atua para gerar impactos positivos na sociedade em territórios e setores estratégicos para a Bunge, fomentando a diversidade com promoção dos direitos humanos por meio da inclusão produtiva e do estímulo à economia de baixo carbono, estimulando a ciência e a preservação da memória. A Fundação é o pilar social da Bunge, líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais, que tem como propósito conectar agricultores a consumidores para fornecer alimentos, nutrição animal e combustíveis essenciais para o mundo. Valorizamos nossas parcerias com os agricultores para melhorar a produtividade e a eficiência ambiental da agricultura em nossas cadeias de valor e para levar produtos de qualidade de onde eles crescem para onde são consumidos. Ao mesmo tempo, colaboramos com nossos clientes para pensar e criar o futuro dos alimentos, desenvolvendo soluções personalizadas e inovadoras para atender às necessidades e tendências alimentares em evolução em todas as partes do mundo.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter