Pesquisar
Close this search box.

A realização do sonho de criança: conheça a trajetória profissional da chef Giulia Foglia

Há quase uma década atuando no food service, ela afirma que ser chef é um cargo e sua profissão é cozinheira

Giulia4
Chef Giulia Foglia, Há quase uma década atuando no food service - Divulgação

 

O trabalho intrínseco à profissão de um chef vai muito além da dominação de técnicas culinárias e da criação de pratos saborosos. Exercer essa função envolve paixão, dedicação, inovação, bem como constante aprendizado e compromisso com a excelência.

 

Giulia Foglia, Chef de Aplicação da Rational Brasil, empresa líder mundial no mercado de tecnologia para o preparo de refeições quentes em cozinhas profissionais, consegue preencher todos esses atributos da profissão e vem se tornando uma referência no seu meio de trabalho.

 

“Ser chef é um cargo, minha profissão é cozinheira”. É assim que a chef Giulia se auto descreve profissionalmente. Com uma carreira sonhada desde pequeninha, a jornada dela é uma verdadeira inspiração para quem deseja ingressar no mercado de food service.

 

Ficou interessado em conhecer mais sobre a Giulia Fogli? Não saia daí, porque a Rede Food Service preparou uma matéria especial para você. Vem com a gente!

 

Quem é Giulia Foglia

 

Nascida e criada em São Paulo, a chef  Giulia Foglia Barreto tem 27 anos, é casada e atua no setor de food service há quase uma década. Uma de suas paixões, além da gastronomia, é a capital paulista. “Gosto muito da minha cidade caótica haha.. principalmente por ser um pólo gastronômico riquíssimo!”, destaca.

 

Giulia3
Giulia Foglia, Chef de Aplicação da Rational Brasil – Divulgação

 

Com uma trajetória marcada por talento, aperfeiçoamento e um forte compromisso em constantemente dar o melhor de si, Giulia sempre sonhou em atuar no meio gastronômico. E após anos de estudos e dedicação, o sonho de criança se tornou realidade.

 

“Eu sempre sonhei em trabalhar nessa área… minha mãe fala que desde meus 9 anos de idade eu falo que quero ser cozinheira. Minha família sempre cozinhou muito bem… nossos fins de semanas eram pensados em preparar pratos especiais, eu ia com meu pai na feira do bairro todo domingo… e acredito que era das poucas crianças que gostavam do cheiro de peixe da feira”, relembra.

 

Formação acadêmica

 

Formada em Gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi, a chef Giulia Foglia fez especialização em Gastronomia Andaluzia na Universidade Les Roches em Marbella, na Espanha. Ela também se especializou em Gastronomia Italiana no Italian Culinary Institute for Foreigners no Piemonte (ICIF), na Itália, e possui MBA em Gastronomia e Gestão de Eventos pela Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

 

Giulia2
A Chef Giulia Foglia – Divulgação

 

“Fiz a especialização de cozinha andaluzia pois minha faculdade tinha um convênio com a Les Roches e foi um curso de verão incrível”, conta a Chef.

 

Já a sua passagem pelo ICIF aconteceu após a conclusão da faculdade. “Eu sempre amei a gastronomia italiana, minha avó paterna é italiana e sempre foi uma grande inspiração na cozinha para mim, fiquei por 6 meses na Itália e foi uma experiência incrível para mim… tanto pessoal como profissional”.

 

Experiências profissionais

 

No início da carreira profissional, Giulia Foglia fez de tudo um pouco. “Meu início de carreira foi bem caótico hahaha quer dizer, de quem não é?”, brinca. Seu primeiro estágio foi em uma confeitaria chamada Dona Formiga, e uma de suas principais funções no estabelecimento era lavar louças.

 

Giulia1
A Chef Giulia Foglia – Divulgação

 

“Foi muito bom para eu crescer profissionalmente, passar por todas as funções da cozinha, enrolei muitos brigadeiros, queimei muito o braço, limpei o chão e vi que eu amava fazer isso. Era extremamente cansativo, conciliar o estágio com a faculdade, mas logo arrumei outro estágio, produção do restaurante Maní [que faz parte do Grupo Maní, especializado em cozinha contemporânea brasileira], todos os dias eram sacas de cebolas, batatas e desossar coelhos… e me perguntava, por que faço isso mesmo? Mas amava estar ali”, revela a chef.

 

Quando surgiu uma vaga na confeitaria no Maní, Giulia foi convidada a trabalhar lá e tratou de aproveitar a oportunidade que a vida estava lhe dando.

 

“Sempre brinco que não gosto da confeitaria, mas ela me chama. Fiquei durante 4 meses [no Maní] até o fim da minha faculdade. Depois trabalhei em alguns restaurantes em São Paulo e logo fui para a Itália, lá estudei no ICIF e trabalhei no La Barbera, um restaurante incrível que me deu a oportunidade de trabalhar com eventos. Acredito que foi o que mais me marcou profundamente”, diz.

 

Giulia5
A Chef Giulia Foglia – Divulgação

 

Atualmente, Giulia atua como Chef de Aplicação na Rational Brasil. “Como disse, chef é um cargo, e atualmente estou exercendo esse cargo. Ser Chef de Aplicação é um cargo de transferência de conhecimento, até pouco tempo eu era chef freelancer de treinamento, fazia os treinamentos introdutórios dos equipamentos Rational, e hoje cuido dos chefs freelancers de São Paulo e região, ajudo nossos gerentes de vendas com eventos para nossos clientes e nossos representantes”.

 

Uma curiosidade sobre a chef Giulia, é que ela também já atuou como professora entre 2018 e 2022. “Foi uma das melhores experiências. Na verdade, eu ainda me considero docente pois nos nossos treinamentos [na Rational], passamos conhecimento, assim como nas aulas. E eu adoro isso, transferir conhecimento e principalmente absorver, pois toda aula é uma troca, ensinamos e aprendemos muito”.

 

O próprio negócio

 

Desde 2019, a chef Giulia possui um negócio próprio de buffet, o “Giulia  Foglia Buffet e Gastronomia”. O empreendimento nasceu logo após o retorno dela da Itália e é um resultado direto do amor de uma família pela comida e a arte de servir bem.

 

“No restaurante que trabalhei na Itália, tive muito contato com eventos e me apaixonei por essa área da gastronomia, na volta da viagem comecei a fazer eventos a domicílio. [Na época] utilizava a cozinha da casa dos meus pais para a produção dos eventos e tudo começou a ficar maior, minha mãe também sempre gostou de trabalhar com eventos e se uniu a mim”, explica.

 

Hoje, o buffet atende eventos de até 100 pessoas. “Nosso buffet é bem artesanal, atendemos eventos sociais e corporativos”, diz Giulia.

 

Visão do food service

 

Se você deseja ingressar no food service, mas ainda não sabe como, a chef Giulia Foglia tem uma dica para te dar. “Atualmente o Food Service brasileiro está extremamente aquecido, o mercado está necessitando de mão de obra qualificada. Acredito que para quem gosta do setor, o principal é estudar e não desistir no primeiro desafio”, garante.

 

Com uma visão de mercado que engloba integração e inovação, Giulia cita o que é necessário para trazer um toque de ar fresco no setor de alimentação.

 

“Sempre digo [que] as pessoas param de fazer muitas coisas, mas não param de comer. E quem não gosta de comer bem? Se você tem vontade de ter o próprio negócio é fundamental entender o seu público alvo e hoje em dia, as redes sociais é uma ferramenta que ajuda demais, tanto na busca de conhecimento, como no marketing do seu negócio”, finaliza.

 

Do Brasil ao Reino Unido: conheça a trajetória do chef Ricardo Rossato

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter