Pesquisar
Close this search box.

Diego Carrilho: o chef especialista em charcutaria e criador da primeira jamoneria do Brasil

Proprietário do Empório Pata Negra e sócio da Gran Nero, o atual propósito do chef é contribuir para a valorização da charcutaria e da culinária espanhola no cenário gastronômico internacional

ChefDiego5
Diego Carrilho: o chef especialista em charcutaria e criador da primeira jamoneria do Brasil - Divulgação

 

Contribuir para a valorização da charcutaria e da culinária espanhola no cenário gastronômico internacional. Esse é o atual propósito de vida e profissional de Diego Carrilho, de 35 anos, o chef especialista em charcutaria e criador da primeira jamoneria do Brasil que, hoje, nós da Rede Food Service temos o prazer de te apresentar.

 

Em entrevista exclusiva à nossa reportagem, Carrilho, proprietário do Empório Pata Negra, a primeira jamoneria do Brasil, e sócio da Gran Nero, empresa brasileira dedicada à produção de presuntos maturados de alta qualidade, revela que “um dos meus maiores desafios é educar o público sobre as particularidades dos presuntos crus, mostrando que cada tipo possui as suas notas de sabor distintas e únicas. E o meu sonho é ser reconhecido entre os grandes chefs do mundo, contribuindo significativamente para a valorização da charcutaria e da culinária espanhola no cenário gastronômico internacional”, partilha.

 

QUE TAL CONHECER MAIS SOBRE O CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA DIEGO CARRILHO?

 

É só, na sequência, conferir:

 

  • QUEM É DIEGO CARRILHO?
  • FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS
  • ROTINA COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA
  • MUDANÇAS E APRENDIZADOS COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA NA PANDEMIA DE COVID-19
  • VISÃO DO MERCADO FOOD SERVICE COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA
  • AVALIAÇÃO SOBRE A ATUAL INFLUÊNCIA DAS MÍDIAS SOCIAIS NA VIDA DE CHEF
  • DICA PARA QUEM DESEJA SER CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA

 

QUEM É DIEGO CARRILHO?

 

Comprometido e sem filhos, Carrilho “é uma pessoa alegre, leve, sonhadora e cheia de vontade de vencer na vida. Atualmente, eu moro com minha a namorada e não temos filhos. Eu passo a maior parte do tempo no Empório Pata Negra ou viajando a trabalho, o que faz com que minha vida pessoal fique um pouco de lado. No entanto, sempre que possível, eu aproveito o tempo livre para descansar em casa, curtir o meu espaço e estar com a minha família e os meus sobrinhos. Eu nunca fui muito de sair. Então, eu prefiro aproveitar esses momentos para recarregar as energias e estar próximo de quem eu amo”, se apresenta.

 

ChefDiego4
O Chef Diego Carrilho – Divulgação

 

Sobre o seu lado profissional, o chef relata que “eu sou o mesmo como Diego, só que de dolmã. (risos) Eu acredito que a minha personalidade transparece no meu trabalho, que é onde eu busco sempre trazer um toque pessoal e uma dedicação genuína em tudo o que eu faço. E o que mais me caracteriza como chef é o comprometimento com a qualidade do que é servido e a capacidade de engajar a minha equipe no projeto, fazendo com que todos curtam o processo. Já o meu estilo de culinária é fortemente influenciado pela gastronomia espanhola, com um foco especial em presuntos curados e pratos tradicionais que valorizam os ingredientes autênticos e as técnicas tradicionais. E as minhas inspirações como chef vêm da tradição e da inovação na charcutaria, sempre buscando oferecer produtos excepcionais”, afirma.

 

Experiência gastronômica: Saiba o que é e como montar!

 

FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS

 

Formado em Marketing e em Gastronomia, Carrilho compartilha que “eu estudei na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, capital, e fiz diversos cursos livres na Escola Laurent Suaudeau, onde aprimorei as minhas habilidades culinárias. E, embora eu não tenha trabalhado em restaurantes no exterior, o meu contato internacional foi focado no aprendizado e na produção de jamón, principalmente, durante o meu estágio na Espanha. Essa experiência foi fundamental para o desenvolvimento da minha expertise em charcutaria”, aponta.

 

ChefDiego1
O Chef Diego Carrilho – Divulgação

 

Já sobre como começou as suas experiências profissionais no ramo da alimentação fora do lar, o chef conta que “o meu primeiro contato com o mundo food service foi no Frigorífico Ceratti, onde trabalhei por doze anos. Nesse período, eu adquiri uma vasta experiência em diversos setores da empresa, desde a produção até a comercialização de produtos. E, em 2014, eu fui para a Espanha realizar um estágio com o objetivo de aprofundar o meu conhecimento sobre presuntos curados. Assim, o que, inicialmente, seria uma experiência de aprendizado, acabou se transformou em uma verdadeira paixão pela charcutaria, o que continua a me inspirar até hoje. Porém, as minhas raízes na Itália e na Espanha também contribuíram para despertar o meu interesse pela culinária desde cedo. E, durante a minha carreira, eu tive a oportunidade de atender comercialmente renomados restaurantes, onde eu interagi e fui influenciado por grandes chefs, o que me levou a mergulhar profundamente na arte culinária”, resume.

 

ChefDiego6
O Chef Diego Carrilho – Divulgação

 

Carrilho acrescenta ainda que, durante a sua carreira, algumas experiências profissionais foram bem marcantes, inclusive, servindo como aprendizado para sempre. “Uma vez, eu preparei uma paella para trinta pessoas em um apartamento no centro de São Paulo, e, após muito esforço, eu recebi um feedback negativo, o que foi desanimador. E, em outra ocasião, eu fiz uma paella surpresa para um casal. No entanto, o namorado ficou descontente ao me ver na cozinha, criando um clima desconfortável. Essas experiências me ensinaram a lidar com críticas e situações inesperadas, reforçando a importância de sempre buscar a excelência e a satisfação dos clientes. E outra vivência inesquecível é que, embora o Restaurants from Spain não seja um prêmio tradicional, foi uma grande honra ser reconhecido pela Espanha como um restaurante que proporciona uma autêntica experiência espanhola e pela excelência na qualidade dos pratos. Esse reconhecimento reflete o nosso compromisso em oferecer uma culinária autêntica e de alta qualidade, valorizando a tradição e a inovação”, alega.

 

ROTINA COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA

 

Como já adiantado por Carrilho, hoje em dia, ele atua como chef e proprietário do Empório Pata Negra, um renomado estabelecimento especializado em culinária espanhola localizado no Bairro do Ipiranga, em São Paulo, capital, além de ser sócio na Gran Nero Alta Charcutaria, onde se dedica à produção de presuntos curados de alta qualidade. Sendo assim, a sua rotina como chef especialista em charcuteria é “bastante intensa e variada. Atualmente, eu lidero o Empório Pata Negra, uma jamoneria/restaurante espanhol situado no Bairro do Ipiranga, em São Paulo. No Empório, oferecemos uma ampla variedade de produtos e pratos tradicionais espanhóis, com um foco especial em presuntos curados. Além disso, sou sócio na Gran Nero, uma empresa que produz presuntos de alta qualidade, fornecendo os nossos produtos para diversos restaurantes e lojas especializadas. A nossa produção se destaca pelo cuidado na seleção dos suínos e pela adoção de técnicas tradicionais de cura. Ou seja, eu divido o meu tempo entre a elaboração de cardápios, organização de eventos para grandes empresas, atividades de publicidade e a gestão administrativa tanto do Empório Pata Negra, quanto da Gran Nero. Porém, eu conto com uma equipe fantástica, que me auxilia em todas essas tarefas. E, no início da semana, alinhamos as atividades que serão realizadas e eu elaboro a receita da semana, passando todos os detalhes para a equipe executar quando não estou presente”, detalha.

 

ChefDiego3
Diego Carrilho: o chef especialista em charcutaria

 

O chef argumenta também que “a vida de chef é uma jornada contínua de paixão, dedicação e inovação. Trata-se de criar experiências gastronômicas que toquem as pessoas, seja por meio de pratos servidos no restaurante ou em eventos gastronômicos memoráveis. É um equilíbrio entre a arte e a ciência, onde, cada dia, traz novos desafios e oportunidades para criar algo extraordinário. E, embora a vida de chef possa ser extremamente gratificante, ela também vem com uma série de desafios e sacrifícios, como longas horas de trabalho, pressão constante, desgaste físico e desafios financeiros. No entanto, a paixão pela culinária e a satisfação de proporcionar experiências gastronômicas únicas compensam essas dificuldades, tornando a jornada profundamente recompensadora”, assegura.

 

MUDANÇAS E APRENDIZADOS COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA NA PANDEMIA DE COVID-19

 

Assim como a maioria dos profissionais do ramo de alimentação fora do lar, a pandemia de Covid-19 e todos os seus percalços sociais e econômicos também representaram para Carrilho um momento de virada de chave, assim como de importantes aprendizados como chef e empresário.

 

Nesse sentido, ele divide que “quando a pandemia de Covid-19 começou, o Empório Pata Negra ainda era um e-commerce com uma recém-inaugurada loja física. E, com o fechamento da loja, focamos as nossas atenções no site, o que salvou a empresa e deu muito certo. Inclusive, foi assim que foi possível reabrir, quando realizamos um evento de reinauguração, o ‘Gastronomia na Calçada’, que se transformou em um bar de tapas e contribuiu para a consolidação do Empório. Dessa forma, a pandemia de Covid-19 nos ensinou a ser resilientes e adaptáveis, a valorizar a saúde mental, a fortalecer a comunidade e a adotar práticas mais sustentáveis. Essas lições são fundamentais para enfrentar futuros desafios e construir uma sociedade mais robusta e solidária”, avalia.

 

VISÃO DO MERCADO FOOD SERVICE COMO CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA

 

Para Carrilho, como chef especialista em charcuteria, o atual mercado food service “é extremamente dinâmico e competitivo, exigindo um preparo intenso e constante. A capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças de mercado, às novas tendências e às necessidades dos clientes é vital para o sucesso. Esse setor combina tendências inovadoras e desafios significativos, que exigem que os negócios estejam sempre prontos para evoluir. Isso inclui a adoção de novas tecnologias, práticas sustentáveis, capacitação contínua dos profissionais e uma gestão eficiente dos negócios. E, para um produtor de eventos gastronômicos, como eu, hoje em dia, essas tendências e desafios representam tanto oportunidades, quanto a necessidade de uma preparação meticulosa para garantir o sucesso e a satisfação dos clientes”, assinala.

 

ChefDiego2
O Chef Diego Carrilho – Divulgação

 

E, a partir dessa visão de mercado, o chef destaca que, hoje em dia, “a alimentação moderna transcende o simples ato de satisfazer a fome. Atualmente, a alimentação se tornou uma expressão de identidade, uma forma de promover a saúde, cuidar do planeta e proporcionar experiências enriquecedoras. Essa transformação reflete uma maior conscientização e valorização de todos os aspectos relacionados ao que comemos, desde a origem dos ingredientes até a maneira como são preparados e consumidos. A alimentação, hoje, é vista como uma parte central da nossa vida e cultura contemporâneas, influenciando nossas escolhas e estilo de vida”, sinaliza.

 

AVALIAÇÃO SOBRE A ATUAL INFLUÊNCIA DAS MÍDIAS SOCIAIS NA VIDA DE CHEF

 

Presente e constante também no mercado digital, Carrilho, que, atualmente, possui 20,8 mil seguidores no seu perfil pessoal no Instagram, assim como 149 mil no do Empório Pata Negra e 12,9 mil no do Gran Negro, crê que “as mídias sociais tiveram um impacto significativo na minha carreira, sendo essenciais para divulgar o meu trabalho e acelerar o processo de reconhecimento. Por isso, eu utilizo bastante as redes sociais para comunicar novidades, compartilhar receitas e mostrar um pouco do meu dia a dia como chef. Afinal, a interação com os seguidores e o feedback recebido são fundamentais para melhorar continuamente e adaptar as minhas ofertas às expectativas do público”, realça.

 

DICA PARA QUEM DESEJA SER CHEF ESPECIALISTA EM CHARCUTERIA

 

E aí? Gostou de conhecer mais sobre a vida de chef especialista em charcuteria de Carrilho e também sonha em seguir carreira na área de gastronomia assim como ele?

 

Se sim, saiba que, conforme o próprio chef, “a vida de chef envolve longas horas de trabalho, muitas vezes sem folga e uma série de problemas a serem resolvidos diariamente. No entanto, existe um lado gratificante: o reconhecimento. Ver as pessoas apreciando os pratos que criei e, muitas vezes, fechando os olhos e exclamando ‘nossa, que gostoso!’, não tem preço! Esse tipo de feedback é o que realmente compensa todo o esforço e dedicação investidos”, ressalta.

 

ChefDiego7
O Chef Diego Carrilho – Divulgação

 

Sendo assim, Carrilho aconselha para quem deseja ser chef especialista em charcuteria assim como ele que “foque em um nicho específico, seja persistente, nunca pare de aprender e sempre ouça os mais experientes. Tornar-se chef requer muito tempo, dedicação e trabalho árduo. A paixão pela culinária é essencial para superar os desafios e alcançar o sucesso. Além disso, é importante estar aberto à novas experiências e à inovação constante, mantendo-se atualizado com as tendências do mercado e as preferências dos clientes”, indica.

 

Na Rede Food Service é assim! Toda semana, te mostramos exemplos práticos do que, realmente, é a vida de chef. Por isso, continue nos acompanhando e aproveite para agora CLICAR AQUI e também conhecer a história de Vivian Araujo: a chef comunicadora, apresentadora e food stylist que já soma quase 70 mil seguidores no Instagram.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter