Pesquisar
Close this search box.

A influência das redes sociais no food service

por André Gasparini, articulista da Rede Food Service

TelCafe
TelCafe

 

O avanço das redes sociais tem mudado a forma como as pessoas se relacionam e consomem produtos e serviços. O setor de food service não ficou imune a essa influência de comportamentos e decisões, uma vez que as plataformas se tornaram uma ferramenta poderosa para aumentar a visibilidade dos estabelecimentos, bem como atrair, conquistar e fidelizar clientes.

 

As comunidades virtuais permitem que os consumidores compartilhem suas experiências gastronômicas por meio de avaliações online, que podem impactar a reputação de um estabelecimento e influenciar na decisão de outros consumidores. Portanto, tornou-se essencial para as empresas do segmento a criação e manutenção de uma presença digital forte e sólida. Para isso, de início, é necessário identificar as redes sociais mais relevantes para cada negócio e seus respectivos públicos-alvo. Em seguida, o foco deve ser no desenvolvimento de uma identidade consistente e de estratégias para criar conteúdos relevantes que aumentem a autoridade da marca no mercado e a destaquem da concorrência.

 

A partir desse momento, o engajamento dos clientes passa a ser um dos principais pontos de atenção. É fundamental dialogar frequentemente com os seguidores. Responder comentários, mensagens e avaliações dos fãs da marca de forma rápida e amigável demonstra que cada consumidor e sua opinião importam. Afinal, uma interação regular significa valorização dos lovers. Além disso, encorajar os usuários a marcar o restaurante em suas postagens e utilizar hashtags relevantes ampliam o alcance e o engajamento.

 

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) com mais de 1.500 empresários de todo o Brasil e divulgada em maio deste ano revela que quase a totalidade dos estabelecimentos (99%) possui presença em, pelo menos, uma rede social para fins de marketing e relacionamento com os clientes. As plataformas mais utilizadas são Instagram, WhatsApp e Facebook, nesta ordem. No entanto, apenas 69% dos estabelecimentos possuem o hábito de acompanhar e responder de forma personalizada às avaliações nas redes sociais.

 

Já o estudo global “State of Inbound Marketing Trends 2022” mostra que as companhias que priorizam o marketing digital geram 2,8 vezes mais crescimento de receita em relação àquelas que não o fazem. Entretanto, é importante destacar que o sucesso do crescimento de uma empresa de food service que utiliza as redes sociais dependerá da qualidade do conteúdo, engajamento com a comunidade e consistência nas postagens. Cada uma deve adaptar a estratégia ao seu mercado e monitorar regularmente as métricas e o desempenho para fazer ajustes quando for necessário.

 

Como as redes sociais são plataformas visuais, é primordial compartilhar conteúdo atraente, como fotos dos pratos, vídeos das receitas, tutoriais culinários e as histórias por trás de cada um deles. Isso desperta o apetite dos seguidores e incentiva o compartilhamento. Nesse sentido, parcerias com criadores de conteúdos relevantes podem ampliar a exposição da empresa e aumentar a confiança dos consumidores. Os influenciadores digitais e formadores de opinião podem produzir avaliações de produtos e recomendações de restaurantes e, desse modo, compartilhar experiências positivas com a marca.

 

Realizar promoções exclusivas e concursos nas redes sociais também é uma estratégia eficaz para aumentar o engajamento e expandir a base de seguidores. Oferecer descontos especiais, brindes ou experiências únicas em troca de interações, entre as quais curtidas, comentários e compartilhamentos, estimula a participação dos clientes e gera buzz em torno da marca.

 

As plataformas oferecem recursos avançados de segmentação de público-alvo, permitindo que as empresas direcionem seus anúncios para grupos específicos de consumidores com base em interesses, localização e demografia. Investir em anúncios pagos segmentados pode dar mais evidência à marca e direcionar o tráfego qualificado para os canais de venda ou o site da empresa.

 

Outro ponto que faz diferença é o acompanhamento das últimas tendências. Manter-se atualizado sobre o que está em alta na indústria alimentícia e nas redes sociais é imprescindível para o sucesso de uma marca. Monitorar métricas de desempenho, alcance e conversões fornece insights valiosos sobre a eficácia das estratégias e ajuda a ajustar a abordagem ao longo da jornada.

 

As empresas de food service podem, inclusive, cooperar com apps de delivery de várias maneiras para expandir sua presença online e encantar mais clientes, que retornam para consumir no estabelecimento. Essa integração pode ser a saída para uma maior eficiência operacional e uma melhor gestão de ponta a ponta da operação, sem contar o espaço ganho em um ambiente tão competitivo como o dos marketplaces.

 

Ao implementar estratégias com eficiência e criatividade, as empresas de food service podem otimizar o vasto potencial das plataformas sociais para promover seus produtos e serviços de forma mais atrativa e coletar valiosos feedbacks sobre eles, assim como fortalecer o relacionamento com os clientes, lançar campanhas promocionais e ofertas exclusivas, impulsionar as vendas e seguir competitivas no mercado.

 

Confira AQUI na Rede Food Service outro artigo de André Gasparini.

 

Sobre o autor

André Gasparini é diretor Comercial da Agropalma, maior produtora de óleo de palma sustentável da América Latina. O executivo atua há 20 anos na companhia, tendo passagens por várias áreas,  incluindo a gerência responsável pelo segmento de food service e distribuição para os mercados nacional e internacional. É engenheiro de alimentos, graduado pela Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB), especialista em Trade Internacional de Óleos e Gorduras pela FOSFA (Federation of Oils, Fats and Seeds Association) de Londres; com MBA em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

 

rfs logo mini7
+ posts

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter

Veja também...