Pesquisar
Close this search box.

Patroni: conheça a tradicional rede de pizzarias que deve faturar R$ 156 milhões e chegar a 285 lojas este ano com atual foco no serviço delivery

Com atuais 225 unidades, empresa oferece aos seus franqueados o formato de negócios de três marcas em uma

Patroni9
Patroni9

 

Você sabia que, nos últimos dois anos, houve um aumento de quase 90% no número de brasileiros que pedem comida por delivery pelo menos uma vez por semana? E que o produto campeão desses pedidos é a pizza?

 

Pois é! Esses dados são parte do resultado de uma pesquisa realizada pela Kantar, que desvenda ainda que a pizza é o prato predileto dos brasileiros para dividir com os amigos e a família, uma vez que 85% dos pedidos registrados no período apurado são compartilhados. Além disso, o mesmo estudo aponta também que o Brasil está entre os cinco países que mais já aderiram ao serviço delivery, ficando atrás da China e da Coréia, por exemplo. Ou seja, países em que o sistema de entrega de comida na casa dos clientes já existe há muito mais tempo e que, por isso, não servem bem como comparação.

 

Frente a esse cenário, a Patroni, tradicional rede de pizzarias originada em São Paulo, desenvolveu um novo formato de negócios com foco no Delivery e passou a oferecer aos seus franqueados a possibilidade de operar três marcas em uma única estrutura operacional. A estratégia deu certo e a rede estima faturar R$ 156 milhões e chegar a 285 lojas este ano.

 

Em entrevista exclusiva à nossa reportagem, Rafael Augusto, de 39 anos, Consultor de Marketing da Patroni, comenta: “Passamos a oferecer um conceito ainda inédito no Brasil, que é o 3×1, em que o franqueado compra um único negócio e pode trabalhar as três marcas da Patroni, sendo as pizzas (Patroni), culinária brasileira (Don) e lanches (Carcamanos), tornando o investimento ainda mais eficiente”.

 

A história e DNA inovador da Patroni

 

Apesar de ser uma marca fundada há mais de 40 anos, a Patroni “nasceu com o serviço delivery que, na época, era chamado de entrega a domicílio. O fundador, Rubens Augusto Júnior, foi, inclusive, quem criou a borda recheada e a embalagem redonda de pizza em PVC para manter a temperatura das redondas nas entregas”, conta Augusto.

 

O Consultor de Marketing da rede de franquias acrescenta que “a Patroni é uma marca que tem em seu DNA a inovação, a reinvenção e a visão de negócios. Por isso, sempre oferece ao mercado novas possibilidades de investimentos. Hoje, é uma das maiores redes de franquias de alimentação em shopping center e surgiu nos anos 80, quando Rubens Augusto Junior montou uma pizzaria em São Paulo, na capital, para dar emprego ao seu pai que infartou depois de ter sido demitido de uma fábrica de móveis. Ele juntou todas as economias e chamou os seus cunhados como sócios”, relata.

 

Rafael Augusto, Consultor de Marketing da Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

Ainda sobre o fundador da empresa, conforme a assessoria de imprensa da Patroni “ele nasceu em 1958, no Ipiranga, bairro da Zona Sul de São Paulo, sendo o segundo filho de um torneiro mecânico e de uma dona de casa. A sua família era muito humilde e, por isso, passou a infância morando com os seus pais na casa dos seus avós maternos. Mas, já adulto, em 1977, ele fez faculdade de Economia e, logo, arranjou emprego de Auxiliar de Contabilidade na Companhia Energética de São Paulo. Mas, em 1984, o seu pai foi demitido da fábrica de móveis em que trabalhava. E, nessa época, o Brasil vivia um período econômico muito difícil. Assim, seu pai, que já tinha passado dos 50 anos, não conseguia outro trabalho de jeito nenhum, caindo em uma depressão profunda e tendo até um infarto. Nessa data, os médicos disseram para a família que ter uma atividade era essencial para que ele melhorasse. Sendo assim, Junior resolveu abrir um negócio próprio para o seu pai, mas o que poderia ser? No início, ele não sabia. Porém, uma noite, voltando do trabalho, viu um sobrado azul com uma placa de aluga-se em uma esquina do bairro do Paraíso, na Zona Sul de São Paulo, e se apaixonou. E foi então que colocou na cabeça que aquele era um ótimo ponto para uma pizzaria de bairro, já que ele já era conhecido pelos seus amigos e parentes como o melhor pizzaiolo amador da turma. Dessa forma, não precisou pensar muito para decidir o que seria a empresa. Tinha de ser uma pizzaria”, resume.

 

Augusto, por sua vez, reforça que “foi assim se iniciou a história da Patroni, que teve início no sobrado azul do Paraíso e, logo, ficou conhecida porque já entregava pizza em domicílio, algo que não era muito comum naquela época. E, com sorte, os clientes conseguiam ver um ou outro artista famoso por lá. Entretanto, o ano de 1997 foi muito difícil, uma vez que o pai e o cunhado de Junior morreram e ele ficou sozinho na Patroni. Com isso, ele pediu demissão da companhia de energia para se dedicar apenas ao negócio e, naquele mesmo ano, abriu a primeira loja de shopping, em Santo André, na Grande São Paulo. Ambos aprovaram o projeto com Júnior, mas não puderam vê-lo concluído”, explica.

 

O processo de franchising da Patroni e seus diferenciais

 

O processo de franchising da Patroni é consequência da visão visionária do seu fundador. Isso porque, “em 2003, já com nove lojas próprias, ele começou a receber muitas ligações de gente interessada em abrir franquias da Patroni. Porém, a ideia de adotar o franchising não lhe agradava, uma vez que temia que os franqueados não zelassem pela marca. No entanto, ele estudou o assunto e aprendeu que seria possível padronizar a operação, o que lhe deu segurança para começar a expansão por franquias. Dessa forma, na sequência, ele montou uma cozinha central, onde os alimentos são produzidos nas porções exatas, prontas para ser finalizadas. Com isso, a marca ganhou escala e teve como aumentar, rapidamente, o número de restaurantes. Atualmente, nós temos 225 unidades físicas e online, com mais de três mil colaboradores em toda rede”, destaca Augusto.

 

Unidade da Rede Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

Já em relação aos diferenciais da Patroni, o Consultor de Marketing da rede de franquias salienta que, hoje em dia, “oferecemos para os nossos franqueados um novo formato de negócio que pode ser aplicado em lojas de rua, shopping ou no delivery (online), que nomeamos de 3 em 1.  O novo modelo consiste em uma franquia com a bandeira de três marcas: Patroni Delivery (pizzas), Carcamanos (lanches) e O Don (comida brasileira), o que possibilita ao franqueado uma rentabilidade certeira, uma diversificação de público, horário de funcionamento maleável e a escolha de uma localização bem variada. Ou seja, independentemente do modelo de negócio, o cardápio é o mesmo, dando ao público uma opção de escolha bastante diversificada. A Patroni nasceu como uma pizzaria e, mesmo após quatro décadas, as redondas continuam sendo nosso carro-chefe. O nosso item de maior reputação é a Pizza Don Patroni, mas os nossos parmegianas também são igualmente protagonistas, pois são feitos com empanamento especial, além de levarem o nosso molho sugo e a nossa mussarela”, afirma.

 

Estratégia com foco no seviço delivery da Patroni

 

Especificamente sobre a estratégia com foco no serviço delivery da Patroni, Augusto explica que “as entregas, exponencialmente, veem crescendo desde 2018, mas o auge aconteceu nos últimos dois anos. Isso porque o perfil de consumo do brasileiro mudou muito após a pandemia de Covid-19, especialmente por grande parte da população estar em home office. E, embora a entrega de comida já estivesse vindo em uma crescente, ela se intensificou com a pandemia. E nós somos uma opção de produto super tradicional, que carrega a mesma receita desde 1984, balanceado para uma condição de preço acessível. A marca tem reputação de tradição, com viés promocional no delivery. Assim, a nossa média de venda balcão está entre R$ 150 a R$ 220 mil e a média de vendas delivery varia de R$ 80 a R$ 150 mil. O lucro médio de nossas operações é de 18%”, divide.

 

Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

O Consultor de Marketing da rede compartilha também que “o nosso perfil de cliente são as pessoas que buscam uma comida caseira, com preço justo e qualidade excelente. Não temos uma faixa etária específica, já que, basicamente, todos os perfis são nosso alvo, especialmente, em diversificação de cardápio e horário de consumo. A maior parte dos nossos clientes está entre o nível social de classe média a média alta. Além disso, a presença em zonas ‘quentes’ de delivery é, hoje, uma premissa básica para o nosso plano de expansão, seja em shopping ou em rua. Afinal, nós entendemos que o formato de negócio no delivery é mais acessível enquanto investimento e se adapta melhor à demanda de consumo da atualidade. Por isso, temos como característica sempre estar inovando e oferecendo novos produtos e formatos de negócio para manter a rede saudável há mais de 39 anos”, endossa.

 

Custos e vantagens em ser um franqueado (a) Patroni

 

Ficou interessado em tornar-se um franqueado (a) da Patroni? Então, a gente já te adianta que “o investimento em uma unidade franqueada 3 em 1 da nossa rede é a partir de R$ 250 mil, já inclusa a taxa de franquia. Atualmente, o plano de expansão do novo negócio está mais concentrado em São Paulo e no Rio de Janeiro e são esperadas cerca de 20 novas unidades até junho deste ano. Hoje, a rede conta com outros formatos de lojas: Patroni Classic, Patroni Premium e Patroni Expresso, e todas elas podem operar no formato 3×1. E, pensando em um futuro próspero e saudável para o planeta, a Patroni criou, há alguns anos, o projeto ‘Eco Pizza’, que visa substituir o tradicional uso de madeira de eucalipto pelo briquete. Trata-se de uma lenha ecológica produzida com material 100% reciclado e classificada como ecologicamente correta pelo IBAMA. Até o momento, a rede conseguiu preservar uma área equivalente a 90 estádios do Maracanã com o projeto sustentável. Assim como, estamos em processo de transição dos insumos do cardápio que são adquiridos diretamente pelas lojas do mercado. Sendo que, entre eles, estão os de produtores que distribuem ovos com certificação ‘cage free’ no Brasil, que são oriundos de galinhas criadas em liberdade”, divulga Augusto.

 

Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

Augusto complementa ainda que “o nosso atual motor de expansão está na estratégia de vendas online, com investimentos direcionados para o público que tem o interesse em franquias de alimentação. Nós auxiliamos na escolha do melhor modelo de negócio de acordo com o budget do candidato, escolha do ponto, projeto de loja, obra e treinamento da equipe. Mas, lembre-se também que é muito importante considerar um capital de giro relevante para suportar o negócio antes de empreender no mercado food service. Procurar, preferencialmente, pontos em rua com aluguéis em patamares de bom senso, entre 5 e 10 mil reais, é o indicado. E a franquia escolhida, se for do segmento de alimentação, deve ter atuação protagonista em delivery como nós”, indica.

 

Quem já é franqueado (a) Patroni, recomenda!

 

Andre Lima já é franqueado da Patroni com loja em Moema, na capital paulista, e recomenda a rede, principalmente, pela sua atual estratégia de atuação com foco no serviço delivery. “O novo modelo de negócio da Patroni me atraiu, pois é formatado para dar certo nessa nova dinâmica de mercado, em que o serviço é delivery e crucial para a operação dar um resultado satisfatório. Em um só ponto comercial, eu opero três marcas que figuram nos segmentos mais procurados: Patroni (segmento pizzas), O Don (segmento culinária brasileira) e Carcamanos Classic Burger (segmento de lanches)”, avalia.

 

Andre Lima, franqueado da Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

Erico Teixeira também é franqueado da Patroni, mas em Boa Vista, em Roraima, (RR), e garante que “a Patroni é uma marca de quase 40 anos e sempre teve como pilares a manutenção da tradição e a qualidade de produto como diferencial no segmento de food service. Além disso, com a entrada do delivery mais forte a partir de 2018, eu pude impulsionar mais o meu negócio, operando até três marcas na mesma loja, bem como fazer uso de uma estratégia vencedora de posicionamento no iFood”, realça.

 

Erico Teixeira, franqueado da Patroni – Divulgação – Rede Food Service

 

E você? Também quer ser um franqueado (a) da Patroni? É só CLICAR AQUI para conhecer ainda mais sobre a rede e entrar em contato com a sua respectiva equipe de atendimento.

 

Na Rede Food Service é assim! Tem novidades e dicas sobre como empreender no segmento de alimentação fora do lar por meio de REDES E FRANQUIAS? A gente te conta e sempre por meio de entrevistas exclusivas. Confira AQUI: Le Petit Macarons pretende faturar R$ 22,9 mi em 2023 com receita típica francesa.

 

tabata 18883500028c
+ posts

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter

Veja também...