Pesquisar
Close this search box.

Luiza Hoffmann, a chef múltipla que promove a alimentação saudável e consciente

ChefLuiza5
ChefLuiza5

 

Dona de um extenso currículo, que inclui os títulos de chef de cozinha, apresentadora, empreendedora, consultora gastronômica, criadora de conteúdo e ativista, conheça mais sobre a trajetória e a culinária de Luiza Hoffmann, uma apaixonada por viagens e pela gastronomia que vive em luta contra o desperdício alimentar.

 

Para ela, em suas criações e negócios, é essencial a busca e a oferta de uma comida de verdade, que promova a alimentação saudável e consciente.

 

Vem com a Rede Food Service!

 

Quem é Luiza?

 

Apesar de ter nascido na capital paulista, foi em Chapecó, Santa Catarina, que Luiza Hoffmann cresceu. Ainda menina, por influência e incentivo da sua avó, tomou gosto pela cozinha. Foi com ela que Luiza aprendeu a importância de cada alimento, já que se divertiam misturando o que tinham em casa para criar novidades saborosas. Outra grande – e antiga – paixão de Hoffmann é viajar. Por isso, ela decidiu cursar Turismo e Hotelaria e Administração na Universidade Anhembi Morumbi.

 

A Chef Luiza Hoffmann – Divulgação – Rede Food Service

 

Aos 17 anos, fez sua primeira viagem internacional, para a Austrália, com o objetivo de estudar inglês. Lá, trabalhou como garçonete, porém, por força do destino, logo a gastronomia se fez presente em sua vida: Luiza foi de lavadora de louça a ajudante de cozinha, afirmando seu dom quando precisou substituir um funcionário no fogão.

 

Trajetória

 

Ela também trabalhou como voluntária no Tsunami ocorrido na Tailândia, em 2004, cozinhando e cuidando das crianças. De acordo com Luiza, essa foi uma experiência única e intensa. “Lá, eu dormia no cipó e tomava banho de balde. Mas quando eu percebi que conseguia dar conforto para as pessoas através da comida, isso mudou completamente a minha vida. Através dessa experiência eu descobri que cozinhar era realmente o meu propósito”.

 

Anos depois, formou-se em gastronomia no Instituto Paul Bocuse, na França, se especializando em alimentação macrobiótica na Holanda. Para dar peso à sua bagagem profissional, Luiza fez estágio no restaurante Martin Berasategui, na Espanha, um estabelecimento, inclusive, que consta no Guia Michelin, na categoria três estrelas. Em sua trajetória ela ainda participou de encontros gastronômicos, como o famoso Jantar do Século, onde conheceu e trabalhou com o renomado chef Alex Atala.

 

A Chef Luiza Hoffmann – Divulgação – Rede Food Service

 

De volta ao Brasil, chefiou pequenas casas e logo abriu o seu primeiro negócio, em 2011, o Figo. Cinco anos depois, a chef deixou o restaurante para se dedicar integralmente ao programa Bizu, da Food Network. “Eu sou uma comunicadora nata, estou sempre aberta a novos projetos e desafios. E busco imprimir neles o meu estilo pessoal”, conta Hoffmann, que acumula mais de 72 mil seguidores em seu perfil no Instagram.

 

Em 2018 também apresentou, ao lado de Silvia Popvick e Luis Ernesto Lacombe, o programa Aqui na Band, uma revista eletrônica que mesclava jornalismo com entretenimento.

 

Atualmente, Luiza comanda o Atto, um restaurante de comida moderna e afetiva, localizado em um dos principais polos gastronômicos da cidade de São Paulo, o bairro Itaim Bibi. “Eu acredito que a comida tem o poder de unir propósitos e prazeres”, diz a chef, que é autora de uma cozinha descomplicada e sustentável. Suas receitas, segundo ela, são sinônimas de aconchego e sabores autênticos.

 

A Chef Luiza Hoffmann – Divulgação – Rede Food Service

 

Mas ela também segue ativa com o Bizu, que é transmitido de forma online pelo Youtube da Food Network. “O Bizu é uma série sobre estilo de vida e culinária, onde eu apresento receitas multiculturais, inspiradas nos diferentes países que visitei ao longo da vida. Em cada episódio, escolho um ingrediente que será a base de um cardápio simples e exótico, que inclui entrada, prato principal e sobremesa”, explica.

 

A chef ainda atua como consultora gastronômica, cria conteúdos e publicidades para marcas nas quais acredita, ministra palestras e workshops e atua na criação de eventos sociais e corporativos.

 

Para dar conta de tantas atividades simultâneas, Luiza explica que busca manter seu tempo bem organizado, priorizando o que é importante. “Não é fácil, parece que o tempo voa, mas estou tendo que mudar minha rotina para conseguir me adequar a essa nova fase”.

 

Alimentação saudável e consciente

 

Hoffmann revela que ama a alimentação saudável e acredita que isso pode mudar a vida de uma pessoa. “Quando estudei macrobiótica, trabalhei em um centro de cura de pacientes terminais, que faziam tratamentos saudáveis e conscientes. Assim, pude ver que muitos deles ficaram bem e muitos voltaram a ter qualidade de vida. Isso muda nossa forma de enxergar o alimento. Eu, por exemplo, sempre busco oferecer opções leves, frescas e saudáveis para os clientes. Faço questão de selecionar os melhores ingredientes, muitos deles orgânicos e naturais”, explica.

 

Abertura do Atto

 

Luiza conta que ela e o sócio, Cleyson, já tinham o desejo de abrir um restaurante. “Já fazia um tempo que esse projeto estava na gaveta. Um dia, estávamos tomando sorvete juntos, vimos a casa e falamos: nossa, aqui dava um super restaurante. Porém, tinha gente morando no local. Um dia, durante a pandemia, o Cleyson foi tomar sorvete e notou que aparentemente não havia mais moradores na casa. Ele procurou informações e soube que o imóvel tinha sido vendido e que o novo comprador desejava alugar o espaço. Cleyson foi atrás do comprador, marcou de ir ver a casa e me ligou. Eu tinha acabado de chegar no Sul, na casa dos meus pais. Na ligação ele contou que tinha conseguido a casa em frente à sorveteria, a casa dos sonhos. Tudo isso na pandemia. Voltei direto para São Paulo. Assim que entrei na casa, falei: é aqui!”, relembra Luiza.

 

Assim, o restaurante Atto saiu do papel e hoje funciona em uma das esquinas mais charmosas do bairro Itaim Bibi, em São Paulo, contando com alta gastronomia, áreas abertas com jardim e arte. “Na casa, buscamos oferecer ao público uma culinária afetiva e moderna, diretamente da brasa”, conta ela.

 

Espaço no Restaurante ATTO da Chef A Chef Luiza Hoffmann – Divulgação – Rede Food Service

 

A chef revela que hoje, um dos destaques do menu é o nhoque de milhões, com fonduta de mascarpone, crocante de parmesão e minimilho na brasa. “Trata-se de um prato veggie e sem glúten. Acredito que ele se destaque por ser diferente do comum. Nosso nhoque não tem farinha, é quadrado, é feito 100% de milho e leva um molho com toque especial e irresistível”.

 

Outro carro chef do restaurante é a fraldinha na cerveja, com aligot de mandioca, legumes na brasa e farofa de pistache e castanhas. “Esse, sem dúvidas, é o prato mais pedido do Atto. A mandioca é cozida de forma diferente, a fraldinha desmancha em molho de cerveja. Além disso, o toque dos legumes na brasa e a crocância do pistache são surpreendentes”, avisa.

 

Restaurante ATTO – Divulgação – Rede Food Service

 

Para finalizar, Luiza ainda destaca o pescado com risoto de banana crocante de Parma e sálvia crocante, um prato sem glúten. “O diferencial desse prato vem da união de terra e mar. Não tem como não amar”, derrete-se ela.

 

Planos para 2023

 

De acordo com Luiza, uma empreendedora nata, este ano promete ser movimentado por grandes novidades. Além de seguir no comando do restaurante Atto, a chef tem como projeto abrir um restaurante de alimentação natural, uma dark kitchen de comida fit fresca e congelada, em sociedade com nutrólogos e nutricionistas, e ainda inaugurar um restaurante no Nordeste do Brasil.

 

O lado comunicador de Hoffmann também segue ativo em 2023. “Gravar mais para o Instagram e Tiktok estão nos planos”, diz ela.

 

Especificamente para o Atto, as novidades incluem a realização de jantares a quatro mãos, jantares beneficentes e um bar de ostras e vieiras. “E algumas outras surpresas”, faz mistério.

 

Mercado brasileiro

 

A chef, empreendedora e comunicadora enxerga um grande potencial no food service do país. “O mercado tem espaço, apesar dos contratempos. Hoje, além de correr atrás do lucro, temos dificuldades com mão de obra, inflação e etc. Mas, ainda assim, em São Paulo, conseguimos produtos praticamente diariamente. Então, vejo que esse segmento segue aquecido nesse momento pós covid”.

 

Também Aqui na Rede Food Service: Robinho Silva e a sua vida de chef de proprietário de delivery de saladas e comidas saudáveis e consultor.

 

Anna Katia Cavalcanti1
Anna Katia Cavalcanti
+ posts

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter

Veja também...

Mane4

Mané: a rede de franquias de botecos que faturou R$ 67 milhões ano passado e deve abrir mais 15 unidades agora em 2024

Com atuais mais de 20 unidades em funcionamento, a marca foi criada em 2019 a partir do desejo de três amigos botequeiros que sentiam a necessidade de uma opção de boteco diferenciado no Rio de Janeiro, capital

  Proporcionar aos clientes experiências gastronômicas únicas sem perder a cultura raiz de um bom boteco. Esse é o propósito da Mané, uma rede de

Leia mais »