in

McCain desenvolve cartilha com táticas e dicas para otimizar o serviço de delivery nos negócios food service

Intitulado de #FiqueEmCasaComMcCain, material informativo é gratuito e digital, estando disponível para todos os empreendedores do ramo de alimentação fora do lar que solicitarem à empresa

Foto: www.mccainfoodservice.com.br

 

De acordo com pesquisa divulgada em julho deste ano pela Globo, desde março do ano passado, data que marca o início da atual pandemia de Covid-19 no Brasil, o setor de delivery no país registrou não apenas um crescimento expressivo em número de usuários, mas também em maior frequência dos pedidos e no cadastro de novos estabelecimentos relacionados.

 

Conforme o estudo, intitulado de ‘A transformação do delivery’ e feito em parceria com a MindMiners, empresa de tecnologia especializada em pesquisa digital, 86% dos brasileiros consultados já utilizam e/ou utilizaram o delivery de comida desde então, assim como 57% o de farmácia, 46% de compras de mercado, 41% de entrega de encomendas, 30% de bebidas e 18% de serviços de petshop, sendo que o setor que mais ganhou clientes em número de usuários foi o de supermercados, com 29%, que também liderou em frequência. Além disso, foi descoberto que o delivery de bebidas ganhou vários adeptos, com 25% de crescimento.

 

O mesmo levantamento serviu de base para a constatação de que alguns fatores decorrentes do período do isolamento social foram determinantes para a adoção ou aumento do uso de delivery pelos brasileiros, como 72% devido à praticidade e comodidade, 66% evitar locais com aglomeração e 39% sentir insegurança em fazer atividades fora de casa.

 

Foto: Divulgação

 

Outro ponto de destaque dessa pesquisa é a revelação de que o usuário do serviço de delivery no Brasil já é multicanal, ou seja, utiliza de diversas formas para escolher o produto e realizar o pedido de casa. Entretanto, a preferência vem sendo por comprar nas plataformas de delivery, com 46%, aplicativos dos estabelecimentos, com 28%, e WhatsApp dos estabelecimentos, com 20%.

 

Em meio a esse cenário de amadurecimento e franca expansão do mercado brasileiro de delivery, como anda o seu negócio food service e sua respectiva gestão quando o assunto é venda em domicílio?

 

Se avalia que ainda precisa de táticas e dicas de otimização, hoje, nós da Rede Food Service queremos te apresentar a cartilha #FiqueEmCasaComMcCain, que se trata de um material informativo gratuito e digital, estando disponível para todos os empreendedores do ramo de alimentação fora do lar que solicitarem à empresa responsável pela sua criação: a McCain Foods, uma companhia canadense de alimentação fundada em 1957 pelos irmãos McCain, em Florenceville, e que, atualmente, é a maior produtora de batata pré-frita do mundo, além de outros alimentos congelados.

 

Victoria Gabrielli, Dir. Marketing e Trade Marketing da McCain no Brasil – Foto: Divulgação

 

Por meio de entrevista exclusiva à nossa reportagem, Victoria Gabrielli, Diretora de Marketing e Trade Marketing da McCain no Brasil, conta que “todas as dicas que compartilhamos na cartilha foram criadas a partir de dados de mercado, observação de operações bem-sucedidas de delivery no Brasil e experiências positivas de McCain com este mercado em outros países. Disponibilizamos a cartilha virtualmente para ser um ponto de acesso fácil e foi a forma que encontramos para atingir e ajudar o máximo de comércios possíveis. Sabíamos que seriam detalhes nos cuidados com os produtos, embalagem, etc, que iriam fidelizar os clientes e ajudar a manter os negócios neste período de quarentena”, explica.

 

Foto: Divulgação

 

Sobre o objetivo principal do material informativo, Gabrielli partilha que “queremos compartilhar toda a nossa expertise com os pequenos empreendedores. Nosso objetivo é que todos tenham acesso às dicas e que, de alguma forma, isso possa agregar no dia a dia do negócio. Pensamos em temas importantes que ajudem os parceiros a fidelizarem os clientes, manterem o negócio mesmo durante a crise e ainda divulgamos algumas das principais recomendações da OMS e especialistas em segurança alimentar”, ressalta.

 

Criação e conteúdo

 

Em relação ao processo de criação da cartilha #FiqueEmCasaComMcCain, a Diretora de Marketing e Trade Marketing da McCain no Brasil pontua que “foi criada com um conteúdo didático justamente para conseguirmos atingir o máximo de pessoas com dicas que incluem cuidados com funcionários, clientes, manuseio dos produtos, entregadores, etc. Quando criamos esse material, pensamos, principalmente, nos parceiros que ainda não tinham um serviço de delivery bem estruturado, isso sem mencionar os diversos casos de restaurantes que ainda não tinham implementado o serviço de entrega e precisaram se adaptar em tempo recorde. Ela foi produzida no período de quarentena, no início, quando o delivery era um dos setores que mais precisaram se adaptar aos novos hábitos dos consumidores. Nesse cenário, nós nos reinventamos para ser um ponto de apoio aos parceiros da marca. E, assim, nos meses em que todos os restaurantes ficaram fechados, a companhia apostou nesta cartilha digital #FiqueEmCasaComMcCain para auxiliar os restaurantes com táticas e dicas para otimizar o serviço de delivery. Fizemos questão de reunir toda a nossa expertise em um material bem completo e didático e temos certeza de que isso fez toda a diferença, principalmente, para os comércios que ainda não tinham ou tem um serviço de delivery bem estruturado. O material ficou pronto poucos dias logo após o início da pandemia, e, de imediato, compartilhamos desde dúvidas mais simples até as mais complexas. Tudo para amparar os empreendedores da melhor forma”, afirma.

 

Foto: Divulgação

 

Já no que diz respeito ao conteúdo da cartilha, Gabrielli relata que “falamos sobre conservação dos produtos para que não cheguem frios ou murchos na casa do cliente, a apresentação dos pratos, modo de preparo e entrega da SureCrisp, uma linha de batatas que desenvolvemos em 2019 e é perfeita para o delivery, pois mantém a crocância por até 30 minutos, após o preparo. Inclusive, em nossa cartilha, nós damos dicas de como manter o produto com a mesma qualidade que os clientes encontrariam no restaurante”, enfatiza.

 

Divulgação e expectativas

 

Ainda conforme a Diretora de Marketing e Trade Marketing da McCain no Brasil, a cartilha #FiqueEmCasaComMcCain também “foi compartilhada através de um e-mail marketing, em nossas redes sociais e por meio da equipe comercial. E, por se tratar de um material virtual, não foi possível ter um controle de quantas pessoas já tiveram acesso à cartilha, mas podemos dizer que todas as ações de suporte à SureCrisp, incluindo a cartilha, surtiram efeito porque a representatividade da plataforma para o total do nosso negócio no food service dobrou no último ano, já superando os 30%”, revela.

 

Foto: Divulgação

 

Gabrielli realça ainda que “nós criamos essa primeira cartilha como uma forma de ajudar nossos parceiros e estamos sempre por dentro de todas as novidades do segmento. Por isso, se sentirmos que eles estão precisando de mais apoio em outras frentes, faremos o possível para atender, seja por meio de uma cartilha ou até mesmo doações de alimentos, como também fizemos durante a pandemia de Covid-19”, diz.

 

Dica de mercado

 

Como dica final e um aperitivo da cartilha #FiqueEmCasaComMcCain, a Diretora de Marketing e Trade Marketing da McCain no Brasil orienta que “o delivery deve continuar crescendo, mas em um ritmo menor do que o que observamos durante os últimos dois anos. Segundo projeções que temos da CREST/IFB, para os próximos anos, a taxa de crescimento do delivery deve ficar em torno dos 12% a 15% ao ano, enquanto o total food service deve crescer em torno de 7%. No cenário de crise econômica que se instala no nosso país, o consumidor deve buscar pelo equilíbrio nas contas, tendendo a voltar a preparar refeições dentro de casa e pedir delivery em ocasiões especificas por conveniência e/ou indulgencia, justificando o crescimento em taxas menores para esse modelo de vendas”, alerta.

 

Como ter acesso à cartilha #FiqueEmCasaComMcCain?

 

Para ter acesso à cartilha #FiqueEmCasaComMcCain, é muito simples! “Basta solicitar por meio do nosso SAC ([email protected] ou 0800-200-8080) ou direto com a equipe comercial, que já atende os estabelecimentos”, orienta Gabrielli.

 

Na Rede Food Service é assim. Te informar e dar dicas práticas sobre o mercado de delivery vem sendo, a cada dia mais, a nossa missão. Então, continue nos acompanhando!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Serviço de entregas ultrarrápidas do Rappi apresenta crescimento de 82% em Campinas

Robotização no food service: uma atual e estratégica aliada ou apenas uma forma de diminuir a mão-de-obra e custos?