in

Nutty Friends: conheça a marca de pastas de amendoim criada por jornalista brasileiro e economista americano que deve crescer 500% até o final de 2021

Negócio surgiu em meio à pandemia, com investimento inicial de R$ 60 mil e foco em suprir a carência de mercado relacionada ao produto

Foto: Divulgação

 

Investimento inicial de em torno de 60 mil reais e uma vontade singular de suprir uma carência do mercado brasileiro na oferta de bons produtos na categoria. Esses são os ingredientes-chave que deram origem à Nutty Friends, uma marca de pastas de amendoim criada pelo jornalista e influenciador digital brasileiro Kadu Dantas, de 39 anos, e seu companheiro Peter Zawel, de 31, americano e economista de formação.

 

Atualmente, o casal se considera empreendedor do ramo de alimentação e, em entrevista exclusiva à Rede Food Service, conta que “quando iniciamos nossa jornada no empreendedorismo, tínhamos o propósito de trazer ao Brasil produtos para suprir uma carência que enxergávamos no mercado. Por isso, lançamos as pastas de amendoim Nutty Friends, que têm um grande foco em qualidade e são fabricadas sem a adição de açúcar ou conservantes, garantindo uma oferta de sabor e benefícios nutricionais. Neste momento, avançamos mais um passo na construção da marca, apresentando novas embalagens com valores mais atrativos para aqueles que buscam opções saudáveis, democratizando o acesso. Além disso, também temos uma grande preocupação com o meio ambiente e, para neutralizar o impacto ambiental da produção das novas embalagens plásticas, por exemplo, firmamos uma parceria com a Eureciclo, empresa especializada na logística reversa de embalagens e, assim, reciclamos o mesmo volume de plástico que comercializamos”, destacam os empresários.

 

Foto: Divulgação

 

A Nutty Friends foi lançada oficialmente em agosto de 2020, em meio à crise social e econômica desencadeada pela pandemia de Covid-19 não só no Brasil, mas em todo o mundo. “A marca foi criada durante a pandemia, em agosto de 2020. Durante três meses, elaboramos todo o projeto junto com uma agência de identidade visual. Estávamos em um período bem difícil, no início da pandemia. Mas, mesmo assim, resolvemos criar um produto alegre, indo na contramão do momento, mostrando que era possível ter um momento feliz no seu dia. Iniciamos com a venda direta para consumidores finais, pois não tínhamos outra alternativa. E, para isso, desenvolvemos uma estratégia de entrega rápida para todo o Brasil. Além disso, focamos no trabalho com os influenciadores digitais mais importantes do país. Mas, passado esse momento mais difícil, iniciamos o trabalho com revendedores e grandes redes de supermercados, já que temos um grande material que mostra a aceitação e venda de nossos produtos. O resultado é que, logo em breve, estaremos vendendo nossos produtos em uma grande rede que conta com mais de 100 lojas no Brasil”, revelam Dantas e Zawel.

 

Principais inspirações e características do negócio

 

De acordo com os empresários, as principais inspirações de criação da Nutty Friends “estão na década de 1970, pois é uma época marcada pelo movimento de direitos civis, assim como pelo direito das mulheres e direitos ambientais. A quarentena nos ajudou a desacelerar e a perceber a importância dos produtos e a energia que estávamos colocando no mundo. Nós temos uma missão de tornar o Brasil um lugar mais ‘amigável’, pois acreditamos que, quando você come de forma ‘amigável, com o meio ambiente e seu corpo, você se sente melhor. Quando você é gentil com seu corpo, você é gentil com os outros também”, afirmam Dantas e Zawel.

 

Foto: Divulgação

 

Já sobre as características de destaque do negócio, Zawel pontua que “nosso sabor reflete o verdadeiro gosto da pasta de amendoim. Como um americano, eu cresci comendo pasta de amendoim todos os dias. Mas, quando me mudei para o Brasil, não consegui encontrar um único produto no mercado que refletisse o verdadeiro gosto. Essa foi a principal razão para criarmos nossa pasta de amendoim”, divide.

 

Os empresários complementam ainda que, na Nutty Friends, “qualidade e sabor andam de mãos dadas. Nós usamos um blend especial de amendoins premium, que proporciona à nossa pasta um gosto único. Todos os nossos amendoins são provenientes de fazendas brasileiras locais, onde cuidamos da terra, do meio ambiente e do agricultor. Somos muito conscientes dos produtos que comemos e nunca lançaríamos um produto que não comeríamos. Afinal, hoje em dia, os consumidores estão começando a se conscientizar mais sobre de onde, como e de quem os produtos vêm. Nós esperamos que essa tendência continue na medida que mais e mais consumidores se conscientizam do que estão colocando para dentro de seus corpos. Nós acreditamos que comer de forma ‘limpa’ veio para ficar. Por isso, nosso objetivo sempre foi tornar a alimentação saudável mais acessível para os brasileiros por meio do acesso a produtos feitos a partir de alimentos integrais e reais, com a qualidade e densidade nutricional únicas do amendoim. Essa é a razão pela qual nosso preço de mercado é tão importante para a gente”, ressaltam Dantas e Zawel.

 

Equipe e portfólio

 

Atualmente, Dantas e Zawel contam com o trabalho de quatro funcionários para administrarem a Nutty Friends, que eles reforçam que “foi criada pelo fato de ambos terem o propósito de trazer para o Brasil um produto que refletisse o verdadeiro gosto da pasta de amendoim e que fosse acessível a uma grande parcela de consumidores. A marca surgiu para suprir uma carência do mercado e seu grande foco é a qualidade dos produtos, que são fabricados sem a adição de açúcares ou conservantes, garantindo uma oferta de sabor e benefícios nutricionais. Hoje, temos uma equipe que nos ajuda a posicionar a marca no mercado, além de trabalharmos com uma assessoria do ramo alimentício, que é a responsável pela criação de novos produtos e sabores”, explicam.

 

Foto: Divulgação

 

Sobre o portfólio da marca, hoje em dia, as pastas de amendoim da Nutty Friends estão disponíveis nas opções tradicional e crocante, sendo em dois tamanhos: 160 gramas e 500 gramas. Entretanto, os empreendedores partilham que, em breve, irão lançar novos produtos “para pessoas que se preocupam com os produtos que estão consumindo e seus impactos na sua saúde, mente e espírito. Nós acreditamos na inovação e não em seguir um status quo. Hoje, quando você procura uma pasta de amendoim no supermercado, você encontra sempre o mesmo sabor. Você tem a opção cookies n cream ou algum outro sabor artificial. Esse é o motivo de estarmos, constantemente, pesquisando tendências e diferentes mercados por região. Nós estamos muito animados para o lançamento. Será algo que o mercado nunca viu antes. No momento, podemos dizer que estamos focados em expandir nossa linha de produtos principais para mais lojas. Estamos muito animados para o lançamento dos novos sabores, algo que o mercado nunca viu antes”, adiantam.

 

Vendas e perspectiva de crescimento

 

Conforme Dantas e Zawel, “desde o lançamento, em agosto de 2020, a nossa marca alcançou um faturamento total de R$ 250 mil, com uma produção média de 2.300 potes por mês. Mas, com o novo posicionamento, projetamos um crescimento de 500% até o fim de 2021”, esperam.

 

Foto: Divulgação

 

Segredo do sucesso no mercado food service

 

Por fim, os empresários aconselham que o segredo para alcançar o sucesso no atual mercado food service está diretamente atrelado ao fato do empreendedor ter “paciência e persistência! Nada acontece da noite para o dia. Você tem que acreditar de verdade nos seus produtos para os outros acreditarem em você”, indicam.

 

E você? Já decidiu a também investir no mercado de alimentação fora do lar? Se sim, continue nos acompanhando, pois, toda semana, lhe trazemos histórias de verdadeiros empresários desse setor como inspiração. Afinal, a Rede Food Service é para todos!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Vida de chef em dose dupla? É com Roberto Almeida!

Dia da Cachaça: alvo de preconceitos, bebida ganha status com rótulos elaborados que custam mais de R$4 mil