in

Empórios ganham destaque entre os clientes durante pandemia

Proposta de pratos artesanais e produtos frescos chamam a atenção da clientela

O casal Evandro Donato e Annah Paula Almeida do empório "Casa da Annah" na Vila Mariana em São Paulo - Foto: Divulgação

 

Um lugar aconchegante, sabores diferenciados, feito de maneira artesanal e preservando a tradição familiar. Esses são alguns dos ingredientes básicos dos Empórios que têm ganhado destaque nas principais capitais do país.

 

Na pandemia, os espaços, que se parecem como restaurantes ou minimercados ganharam mais adeptos do “faça você mesmo”.  Há quem prefira aprimorar colocando literalmente a ‘mão na massa’, apostando em aulas para aperfeiçoar a tradição gastronômica encontrada nos empórios.

 

Há 12 anos localizado no bairro da Consolação, em São Paulo, o chef Hamilton Cabral, dono do Empório Massas e Molhos Italianos, é adepto ao conceito ‘colocando a mão na massa’. No estabelecimento, o cliente é convidado a ter aulas de como preparar a própria pasta e qual será o molho adequado para a massa escolhida. “Isso significa um cuidado e um carinho que devemos ter com o alimento que estamos preparando. Aprendi isso na Itália, quando morei lá. É muito importante transmitir isso na hora do preparo, faz toda a diferença no sabor da comida”, explica.

 

O Chef Hamilton Cabral – Foto: Divulgação

 

Em aulas individuais e personalizadas, o chef compartilha sua experiência e seus conhecimentos adquiridos em restaurantes renomados e cursos de especialização na Itália. Além das aulas, o espaço oferece a venda algumas produções dos alunos e também do chef.

 

Cursos de massas passaram a ser on line durante a pandemia – Foto: Divulgação

 

Na pandemia, o chef Hamilton Cabral disse que precisou adaptar algumas atividades no estabelecimento. “As aulas passaram a ser online. Em contrapartida, tivemos um número significativo de cliente procurando nossas pastas e molhos. Além de um crescimento de 30% no número de aulas. Foi uma grande surpresa”, conta.

 

Em São José dos Campos, no interior de São Paulo, há 43 anos a tradição, que passou de pai para filho, é o carro chefe do Empório Emiliana –Massas Caseiras Artesanais.

 

No espaço o cliente encontra de tudo um pouco, como conta o empresário Renato Zambrini. “Nossa proposta é trazer produtos diferenciados, que não encontramos em hipermercados, por exemplo, essa é a grande pegada dos empórios”, explica.

 

Renato Zambrini do Emporio Emiliana, na cidade de São José dos Campos desde 1977 – Foto: Divulgação

 

Na cozinha, a tradição é quem manda! O cuidado na escolha da boa farinha, ovos selecionados, a temperatura adequada, tomates frescos, temperos do quintal de casa, são alguns dos segredos da cozinha do Empório Emiliana. “Propomos um momento único para os nossos clientes através dos nossos pratos. A harmonização entre os molhos, as massas, o acompanhamento do vinho, tudo isso faz parte do nosso assessoramento”, conta.

 

Durante toda a pandemia, o empório, que é considerado local de venda de produtos essenciais, permaneceu aberto. O que correspondeu um aumento de 40% nas vendas, de acordo com o empresário Renato Zambrini.

 

Apesar da crescente procura da clientela, Zambrini optou por não aderir ao delivery. “O charme do empório é que nossos clientes visitem a loja, além de buscarem os pratos prontos, ou semi-prontos, os clientes tem a oportunidade de conhecerem outros produtos e de levarem o vinho adequado para cada prato”, reforça.

 

O casal Donato do empório “A Casa da Annah” – Foto: Divulgação

 

Para o casal Donato, o Empório da Casa da Annah, na Vila Mariana, em São Paulo, simboliza uma vitória. O sonho nasceu depois que Annah Paula, foi diagnosticada com problema nos rins e precisava de transplante. “Decidimos abrir um negócio perto de casa para a Annah se ocupar durante esse processo de hemodiálise. Na época, pensávamos em algo pequeno, aconchegante, próximo da clientela e que priorizasse produtos saudáveis”, relembra o empresário Evandro Donato.

 

Foto: Divulgação

 

Pensando nisso, o casal optou pelo empório que oferecesse produtos naturais para pessoas com algum tipo de restrições alimentares, veganos ou apenas clientes que aderem a uma alimentação mais natural. “Eu já havia feito bariátrica e tinha uma alimentação mais saudável. A Annah tinha algumas restrições alimentares, então decidimos trazer este segmento para o bairro, um diferencial que não havia na região”, conta o empresário Donato.

 

Com alimentos sem açúcar, baixa caloria, alguns lá das terras das Minas Gerais, fazem parte do cardápio farto. “Temos um hortifrutt orgânico, além de sorvete natural, açaí, um espaço para os clientes sentarem, conversarem, colocarem seus cachorros e conhecerem os nossos produtos”, explica.

 

Foto: Divulgação

 

Grandes partes dos produtos vendidos são a granel. “Nós sentimos orgulho de vender produtos saudáveis e sermos tão próximos dos clientes, que são nossos vizinhos”, disse o empresário.

 

Segundo Donato, na pandemia, houve uma diminuição no número de clientes na loja, porém houve um aumento de 40% nos pedidos no delivery. “Nós reduzimos a margem de lucro e não cobramos a taxa de entrega. Uma questão social. Principalmente para os idosos na nossa região, que são grande parte da nossa clientela”, reforça.

 

Evandro Donato acrescenta que os empórios são uma demonstração de carinho e atenção entre proprietário e cliente. “É uma via de mão dupla. Atendemos as necessidades dos nossos clientes, que nos procuram, dão dicas de aquisição de produtos, tiram dúvidas e é nossa melhor propaganda”, salienta.

 

Na Rede Food Service você conhece negócios de pessoas que literalmente vivem com a mão na massa! Continue acompanhando o portal!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Inovação e dinamismo? Essa é vida de chef de Luciano Rosa!

Cardápio digital virou realidade nos restaurantes: conheça 7 vantagens da solução