in

Cuncunmelos: conheça o negócio familiar de cogumelos de origem orgânica que iniciou como um teste para amigos durante a pandemia de Covid-19

Criada por tios e primos, atualmente, a empresa já atende uma rede de supermercados e alguns restaurantes do Rio Grande do Sul

Os Sócios Marco, Bruno e Adalberto idealizadores da Cuncunmelos - Foto: Divulgação

 

Dizem que tudo começa com um teste, não é mesmo? E quando esse teste é feito só entre amigos, dá muito certo e acaba virando um negócio de verdade? É comum? Com certeza, não! Mas, essa é a verdadeira história da Cuncunmelos, uma empresa familiar de cogumelos de origem orgânica que funciona em uma chácara localizada em Guaíba, na Grande Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

 

Criada por quatro parentes, entre tios e primos, atualmente, o negócio ainda detém da curiosidade de ter surgido no meio da atual pandemia de Covid-19, um momento em que muitos empresários do ramo de alimentação fora do lar tiveram que fechar as portas em decorrência da crise social e econômica provocada pela doença não só no Brasil, mas em todo o mundo. “Nosso negócio, por incrível que pareça, começou e prosperou na pandemia de Covid-19. Nós utilizamos do momento em que as pessoas estavam evitando sair de casa para entregar o nosso produto fresquinho na porta das residências delas e, assim, fomos conquistando e ganhando clientes. Mas, claro, sempre com todos os cuidados e respeitando todas as normas de higiene e segurança relacionadas à pandemia”, conta Júlia Carvalho, de 32 anos, publicitária de formação e uma das sócias da Cuncunmelos.

 

 

O que é a Cuncunmelos?

 

Na concepção de Carvalho e seus sócios, a Cuncunmelos “é uma produção familiar de cogumelos de origem orgânica que iniciou como um teste apenas para amigos para ver como poderia ser feito. A ideia surgiu após um dos sócios ir à ‘caça de cogumelos’ em um parador no Rio Grande do Sul. Assim, ele trouxe aos demais sócios, que toparam a experiência. E, atualmente, já fornecemos para uma rede de supermercados e alguns restaurantes do Rio Grande do Sul, ultrapassando as barreiras da rede de amigos”, apresenta.

 

A Sócia Júlia Carvalho – Foto: Divulgação

 

A publicitária partilha também que a Cuncunmelos “é uma empresa familiar cujos os sócios são tios e primos que foram ensinados pelo patriarca da família a investirem no que se tem, a dar valor para a terra. E foi, daí, que surgiu o nome Cuncunmelos, que é uma homenagem a ele, o Cuncun. Somos quatro sócios: Adalberto, Bruno, Marco e eu Júlia, mais uma família inteira que, no início, embalou, vendeu, distribuiu e tentou abrir portas para o nosso negócio prosperar, levando sempre a premissa do nosso patriarca”, revela.

 

Produtos e perfil de cliente

 

Por produzir e vender um produto bastante diferenciado, hoje em dia, a Cuncunmelos não possui apenas um produto considerado carro-chefe. Afinal, Carvaho explica que “nós trabalhamos com a família Pleurotus, que agrega o Shimeji, um cogumelo muito conhecido da culinária japonesa, assim como o Salmão e o Citrino. Os últimos dois, por exemplo, são bem diferentes e chamativos pelas suas cores rosa e amarelo, respectivamente”, ressalta.

 

Foto: Divulgação

 

Sendo válido ressaltar que, talvez pela falta de um produto principal, o perfil de cliente da empresa ainda não é considerado tão definido. “Não temos um perfil definido, pois o nosso produto é muito versátil. Ele serve para a culinária, além de ser fonte de proteína em dietas vegetarianas e veganas e ir muito bem como acompanhamento para dietas ricas em carne, por exemplo”, pontua Carvalho.

 

Quem já experimentou, indica!

 

Guilherme Balle, pós-graduado em Gestão e Gastronomia, é cliente da Cuncunmelos desde o começo do negócio e relata que “sou um consumidor assíduo de cogumelos pelo sabor, valor nutricional e versatilidade. Os da Cuncunmelos, particularmente, são recebidos sempre muito frescos, íntegros e firmes.  Dá para perceber o cuidado que eles têm na produção. Além disso, a empresa tem boa variedade de espécies, o que proporciona a criação de diferentes pratos. Assim como, presta um ótimo atendimento e a entrega é super ágil em domicílio. É um modelo de negócio de sucesso que, certamente, vai crescer ainda mais e conquistar o coração de muitos consumidores”, acredita.

 

Metas e dicas para empreender no mercado food service

 

Apesar da Cuncunmelos ter sido inaugurada há pouco mais de um ano, já que sua operação foi iniciada exatamente em março de 2020, Carvalho e seus sócios possuem grandes metas para o negócio de família. “Estamos trabalhando para nos tornarmos uma empresa referência no segmento de cogumelos e, dessa maneira, estarmos, cada vez mais, presentes em mercados e lojas, tendo, assim, um leque de opções de onde nos encontrar”, afirma.

 

Foto: Divulgação

 

Por fim, Carvalho confessa que empreender não é uma tarefa fácil, mas indica que, acima de tudo, é preciso força de vontade e bastante persistência, mesmo em meio aos percalços. “Mesmo que a conta ainda não feche, continue fazendo! Pois, se você confia no que está vendendo e servindo, os outros pontos que formam um negócio virão”, indica.

 

Na Rede Food Service é assim. Sempre te apresentamos histórias de negócios de alimentação fora do lar de verdade para que elas te sirvam não só de inspiração, mas também como um norte para você tirar a sua ideia do papel de vez e ir à luta. Então, continue nos acompanhando!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Gastromotiva e Comida Invisível firmam parceria para fomentar o reaproveitamento de alimentos orgânicos

Cinco ótimas vinícolas da França e da Itália encontradas no catálogo da Zahil