in

Sra. Donut: a prova de que crise no mercado food service também é oportunidade

Cafeteria e confeitaria cujo produto carro-chefe é o donut foi criada após sua proprietária ter que fechar um buffet em decorrência da crise social e econômica causada pela atual pandemia de Covid-19

Karla Souza, a Sra Donut - Foto: Divulgação

 

Você sabia que o café é uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros, sendo que 95% da população do país consome o produto? E, que, com isso, já há alguns anos, o número de cafeterias vem aumentando gradativamente no Brasil? Pois é! Esses são alguns dos dados que compõem uma pesquisa realizada e divulgada pela Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic).

 

Mas, qual é a melhor combinação para aquela hora do café? Bom, você deve estar pensando, um bolo, um biscoito ou um pão de queijo, certo? Só se for antes da atual pandemia de Covid-19. Afinal, desde o começo do recomendado período de distanciamento social, o donut, receita muito popular nos Estados Unidos, vem, literalmente, ganhando o paladar dos brasileiros e se transformando na aposta de muitos empresários do ramo food service, como é o caso de Karla Souza, de 41 anos.

 

Movimento frequente é prova do sucesso da Sra. Donut na Serra da Cantareira em SP – Foto: Divulgação

 

Após se ver obrigada a fechar seu próprio buffet em decorrência das dificuldades sociais e econômicas impostas pela pandemia, a empresária resolveu fazer da crise uma oportunidade e criou a Sra. Donut, uma cafeteria e confeitaria especializada em donuts localizada na Serra da Cantareira, em São Paulo. “A Sra. Donut nasceu na pandemia, em junho de 2020. Precisei fechar meu buffet completamente e, então, eu precisava achar outra fonte de renda. Assim, em conversa com uma amiga na madrugada, nasceu a Sra. Donut, lotada de esperança e nos fundos da casa da minha mãe. Mas, em outubro, conseguimos alugar uma casa na Serra da Cantareira, onde funcionava uma padaria. Com isso, não foi preciso mexer muito na estrutura do imóvel. E, para economizar, usamos serviços especializados apenas em extremas necessidades e toda a decoração, mesas, pinturas, inclusive do chão, foram feitas por mim e minha família.  Dinheiro curto, mas vontade grande!”, conta a empreendedora.

 

Negócio de família

 

Conforme Karla, a Sra. Donut é um negócio, realmente, de família, pois é fruto do trabalho em conjunto entre ela, seus dois filhos e alguns estagiários. “Hoje, somos uma equipe de cinco pessoas. Eu, meus filhos, de 15 e 18 anos, e dois estagiários. Cada um até ajudou com um valor para a Sra. Donut nascer”, revela.

 

Foto: Divulgação

 

Além da ajuda de seus familiares, a empresária também contou com a sua experiência do ramo da Gastronomia para idealizar e colocar para funcionar o seu novo negócio. “Eu iniciei minha carreira na Gastronomia há 22 anos. Sou natural da Zona Norte de São Paulo, mas tenho berço italiano e sempre estive na cozinha com minhas avós, tias e mãe. Durante a minha carreira, frequentei cursos e especializações em várias e renomadas instituições, como Le Córdon Bleu, Escola Laurent Suaudeau, Diego Lozano, Levain, Academia Bunge, Wilma Kovesi e Anhembi Morumbi, por exemplo. Além disso, sou professora de Culinária e Confeitaria no Instituto Chefs Especiais e, com grande honra e orgulho, faço parte da família FIC”, detalha Karla.

 

A Sra. Donut

 

Resultado de um investimento inicial de em torno de R$ 30 mil, a cafeteria e confeitaria Sra. Donut funciona de quarta a domingo, das 10h às 18h, inclusive, no formato de venda delivery por meio do superapp Rappi. “O nosso produto carro chefe é, realmente, o donut, sem ou com recheio. Mas, também vendemos cafés, tortas, bolos, cookies e sanduíches caprichados. Temos ainda fondue de donut, pop donut, menu degustação e donut no palito. Todos criados por nós. E, também na loja, oferecemos bolachinhas, mel e café.  E o nosso atual estagiário tem o direito de fazer algum item para vender no café. Não descontamos nada dele, pois fazemos isso para que ele possa aumentar a sua renda e, assim, aprender e executar melhor”, ressalta Karla.

 

Foto: Divulgação

A empresária partilha também que seus principais clientes hoje em dia são “crianças e adultos que já cresceram amando os saborosos e coloridos donuts. Atualmente, já vendemos aproximadamente 800 donuts por semana”, divide.

 

Instalações que atraem

 

Instalada em uma pequena e aconchegante casa da Avenida Senador José Ermírio de Moraes, número 1.400, a Sra. Donut chama a atenção de quem passa pela sua porta, uma vez apresenta decoração bem atrativa, toda na cor rosa e bastante parecida com uma casa de bonecas.

 

Foto: Divulgação

 

No salão interno do negócio, há apenas uma mesa e, no salão externo, que é localizado no jardim, há mais opções ao ar livre e bastante confortáveis para os clientes se sentarem e degustarem os donuts produzidos e vendidos por Souza e seus filhos que, por sinal, já ganharam fama. “Tudo é consequência da vontade de fazer melhor todos os dias. Também focamos em seguir todos os atuais protocolos de prevenção contra o Covid-19. Inclusive, diminuímos as mesas e ampliamos os cuidados nos últimos meses. Estamos apenas começando, mas decolando”, comemora.

 

Para conhecer mais sobre os donuts e todo o serviço food service da Sra. Donut, clique aqui.

 

Na Rede Food Service é assim! Te apresentamos histórias reais e de superação de empresários do ramo de alimentação fora do lar para que lhe sirvam de inspiração. Então, continue nos acompanhando!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Uber Eats lança recurso de anúncios patrocinados para ajudar nas vendas de restaurantes parceiros

Hipervinho lança bases interativas para gerar networking entre clientes e lojistas