Pesquisar
Close this search box.

Rede de Restaurantes Kiichi entra para o mercado de franquias

Marca especializada em culinária japonesa tem como meta abrir 30 lojas até 2023 e com faturamento de R$ 61 milhões

Atualmente a Rede possui quatro unidades na capital paulista - Foto: Divulgação

 

Mais uma marca brasileira food service está apostando em cheio no mercado de franquias. Desta vez, é a Rede de Restaurantes Kiichi, que é bastante conhecida em São Paulo, capital.

 

De acordo com anúncio da assessoria de imprensa da marca especializada em culinária japonesa, os planos são de abrir 30 lojas até 2023 e com faturamento de R$ 61 milhões.

Atualmente, a Rede possui quatro unidades na capital paulista, sendo localizadas nos bairros Jardins, Vila Olímpia, Vila Mariana e Morumbi. Todas são comandadas pelo renomado Chef Brito e os empresários Paulo França, Marcos Ferreira e Mauricio Almeida, que, juntos, possuem mais de 20 anos de experiência no ramo de alimentação fora do lar.

 

Como irá funcionar o processo de franchising?

 

O processo de franchising anunciado recentemente pela Rede de Restaurantes Kiichi irá funcionar por meio de dois modelos de operação, sendo denominados de Full e Retrofit. “Com 2 modelos de negócio, Full e Retrofit, ser um franqueado Kiichi, além de ser um negócio que conta com o ‘poder’ da marca Kiichi, -onde certamente o investidor  vai rapidamente atingir o faturamento projetado de 120k/mês e com uma lucratividade média de 12%, tem inúmeras vantagens, como suporte na definição do ponto, fornecedores homologados, consultoria de campo, manuais de gestão, sistema informatizado, projeto arquitetônico, treinamento, apoio na implantação de loja, assessoria de marketing e gestão financeira. Além disso, o Kiichi possui aplicativo próprio para Android e IOS, um canal exclusivo de delivery na internet e nas principais plataformas de delivery nacionais, como IFood, Rappi e Uber Eats”, ressalta a assessoria.

 

Para os interessados no modelo de negócio Full, o investimento é completo e, a partir de R$ 495 mil, é possível fazer a escolha do ponto e a implantação de toda a infraestrutura necessária. Além disso, o retorno do investimento é estimado em 24 a 36 meses.

 

Já no modelo Retrofit, o investidor precisa já ter um estabelecimento food service de culinária japonesa e/ou asiática para, então, fazer a ‘virada de bandeira’ por meio de adaptações em seu negócio com o intuito de transformá-lo em uma verdadeira unidade do Kiichi com todos os padrões de qualidade que a marca exige. Neste caso, o investimento é a partir de R$149 mil e o retorno estimado também em 24 a 36 meses.

 

Em resumo:

 

  • Full: a partir de R$ 495 mil (incluindo a taxa de franquia e capital de giro e instalações)
  • Retrofit: a partir de R$ 149 mil (incluindo a taxa de franquia, capital de giro e instalações)

 

É válido informar ainda que a taxa de franquia anunciada pela marca é de R$ 60 mil para modelo Full e R$ 30 mil Retrofit. Além disso, o capital de giro é de acordo com o perfil do investidor; a taxa de publicidade 2% do faturamento; número de funcionários 15; faturamento bruto R$ 120 mil; lucro líquido previsto de 12%; e o prazo de contrato 5 anos.

 

Como tornar-se um franqueado?

 

Para tornar-se um franqueado da Rede de Restaurantes Kiichi, basta entrar em contato pelo telefone (11) 2373-1173 ou o e-mail [email protected].

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter