in

Vender saúde é possível? Para a Greenpeople sim!

Por meio da técnica de pressurização a frio, empresa é a única do Brasil que utiliza essa tecnologia na fabricação de sucos que duram até 90 dias na geladeira

Bianca Laufer, Sócia-Fundadora da Greenpeople - Foto: Divulgação

 

Vender saúde é possível? Para a Greenpeople, única empresa de sucos no Brasil que utiliza a tecnologia de pressurização a frio, sim! “A Greenpeople nasceu em 2014 como a primeira empresa de sucos prensados a frio no Rio de Janeiro, capital, mais especificamente no bairro Leblon, dentro da minha cozinha. Atualmente, não somos mais uma empresa de sucos somente. Somos uma marca de life style que vende saúde. Somos a única empresa de sucos no Brasil que utiliza a tecnologia de pressurização a frio. Ou seja, nossos sucos não são pasteurizados e não passam por um choque térmico. Nosso processo produtivo preserva todas as enzimas e nutrientes dos ingredientes. Por isso, não precisamos adicionar nenhuma vitamina, após a produção. Nossos sucos são os mais próximos do que você faz em casa e toma na hora. Nosso processo evita oxidação e, assim, preservamos os nutrientes. Não há adição de nenhum conservante, nem de açúcar. Nossos sucos são refrigerados e duram até 90 dias na geladeira”, apresenta Bianca Laufer, de 48 anos, Economista e Sócia-Fundadora da marca.

 

Foto: Divulgação

 

Em entrevista exclusiva à Rede Food Service, Laufer revela que a visionária ideia de vender saúde surgiu em 2013, durante uma viagem para o Havaí, nos Estados Unidos. “Foi o primeiro contato que tive com sucos prensados a frio e kombuchas. Quando eu entendi o diferencial, tive certeza e pressa em abrir a primeira empresa de sucos prensados no Rio de Janeiro. Então, comprei uma máquina caseira de prensagem a frio e trouxe embaixo do braço. Comecei as pesquisas por ingredientes e superalimentos e, assim, nascia a Greenpeople. No primeiro e dois anos e meio, a validade dos sucos eram de até cinco dias. Mas, com investimento futuro, trouxemos a máquina de alta pressão e a nossa validade passou a ser de 90 dias. Em 2014, eu já criava uma nova marca e uma nova categoria de sucos no Brasil: refrigerada num país tropical”, relata.

 

Saúde em forma de suco, snacks e suplementos

 

Atualmente, o portfólio da Greenpeople não se restringe aos sucos 100% naturais. Por meio de uma sustentável mistura de reaproveitamento de matéria-prima, a empresa também já vende saúde por meio de snacks e suplementos. “Hoje, trabalhamos com os sucos Linha Premium, onde cada um tem um super alimento e podem ter até 1,5 kg de legumes e verduras. Não são somente sucos, mas também alimentos em porção individual de 350 ml.  Temos os sucos mais para dia a dia, com menos ingredientes, mas sempre com a mesma qualidade. São sucos para serem tomados em refeições, lanches e para a família toda. Oferecemos também os sucos da Linha Kids, voltados às crianças e escolas, e os snacks desidratados, que são feitos com a sobra dos sucos. São altamente fibrosos e nutritivos. Fabricamos também os snacks de mandioca e lançamos ainda os suplementos alimentares 100% veganos”, detalha Laufer.

 

Nova linha de suplementos alimentares 100% veganos da Greenpeople – Foto: Divulgação

 

Todos esses produtos são comercializados em 1.260 pontos de venda espalhados pelo Brasil a fora da Greenpeople. “Oferecemos variedade de sabores e ingredientes”, ressalta a empresária.

 

Propósito que inspira

 

Na análise de Laufer, o público-alvo e propósito da Greenpeople são “pessoas saudáveis. Pessoas que se preocupam com que comem, com os ingredientes, com a prevenção da saúde. Nossos sucos, além de conterem ingredientes inusitados e altamente nutritivos, são prazerosos. O prazer é um atributo importante para a gente. Priorizamos a qualidade, densidade nutritiva e prazer”, garante.

 

Campanha do Clube de Assinatura da Greenpeople – www.greenpeople.com.br

 

A empresária acrescenta ainda que, “o consumidor brasileiro quer, cada vez mais, ser saudável. Porém, ainda não quer pagar por isso. Ainda acham o produto caro. Além disso, o consumidor ainda não sabe ler rótulos. Nosso desafio tem sido educar esse cliente e eles entenderem que nem todo suco é igual”, revela.

 

A onda de saudabilidade precisa ser mais surfada

 

Ano a ano, saudabilidade tem sido uma temática bastante presente no mercado food service, inclusive no brasileiro. Prova disso é que, um dos destaques da pesquisa Brasil Food Trends 2020, divulgado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), é a tendência de saudabilidade e bem-estar na alimentação. Além disso, estudo também da FIESP, apontou, ainda em 2017, que oito em cada dez brasileiros afirmaram que já se esforçavam para ter uma alimentação saudável e que 71% dos três mil entrevistados ao todo assumiram que preferem produtos mais saudáveis, mesmo que tenham que pagar caro por eles.

 

Kombucha Greenpeople – Foto: Divulgação

 

Para Laufer, essa onda de saudabilidade precisa ser mais bem surfada dentro do ramo de alimentação fora do lar. “Acho que tem muito espaço para melhora! Inclusive, os sucos da Greenpeople oferecem uma variedade de sabores que o ramo food deveria aproveitar, sem ter que manipular todos os ingredientes, principalmente, em época de pandemia de Covid-10 como agora. Nosso produto garante segurança alimentar. Acredito que devemos trabalhar no propósito e oferecer qualidade para o consumidor. O segredo sempre é ter paixão e propósito. Mas, o nosso desafio é fazer com que o consumidor perceba valor na nossa qualidade”, finaliza.

 

Linha de Sucos Kids da Greenpeople – Foto: Divulgação

 

Apesar de ainda existir muito espaço de aproveitamento do conceito de saudabilidade no food service, o mercado de cafeterias, bares e restaurantes já mudou bastante no que diz respeito à oferta de produtos mais saudáveis e de grande valor agregado.

 

A Greenpeople, por exemplo, já está presente em importantes redes de varejo e de alimentação como forma de oferecer produtos saudáveis e de qualidade diferenciada para os operadores ou formatos de negócio que demandam soluções prontas e seguras para  o consumo.

 

Para saber mais sobre a história e os produtos da Greenpeople, clique aqui!

Escrito por #molongui-disabled-link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Perdigão inova com pratos prontos sem necessidade de refrigeração

Treine, Forrest! Treine!