Pesquisar
Close this search box.

Prefeitura de São Paulo assina protocolos para reabrir bares e restaurantes a partir de segunda-feira (6)

O Prefeito Bruno Covas determinou neste sábado (4) as regras para funcionamento dos estabelecimentos na fase 3 da flexibilização

(Foto: Divulgação/Prefeitura de SP)

Bares, Restaurantes e estabelecimentos de alimentação poderão funcionar a partir de segunda-feira (6) devido à classificação da capital paulista na fase 3 (amarela) no Plano São Paulo de flexibilização gradual.

O comércio de rua e os shoppings poderão funcionar 6 horas por dia, ao invés de 4 horas diárias.

Veja as principais regras para bares e restaurantes de acordo com protocolo publicado na tarde deste sábado (4) em edição extra do Diário Oficial.

  • Ocupação máxima de 40% da capacidade do estabelecimento
  • Distância de 2 metros entre as mesas e de 1,5 metro entre as pessoas
  • Máximo de 6 pessoas por mesa
  • Proibição de consumo nas calçadas
  • Atendimento deve ser feito apenas para clientes sentados
  • Uso obrigatório de máscaras por clientes e funcionários no estabelecimento. (Apenas quando estiver sentado em sua mesa, o cliente poderá deixar de utilizar a máscara)
  • Proibir aglomerações
  • Disponibilizar álcool gel para higienização das mãos
  • Barreiras de acrílico devem ser instaladas nos caixas e balcões de alimentos.
  • Temperos e condimentos devem ser fornecidos em sachês
  • Cardápios deverão ser disponibilizados digitalmente ou em quadros na parede
  • Funcionários devem usar máscaras, viseiras de acrílico e luvas
  • Pratos, copos e talheres devem ser higienizados
  • Guardanapos de tecido estão proibidos
  • Ambiente deve ser submetido a um intenso processo de limpeza
  • Funcionários que apresentarem sintomas de síndrome gripal devem ser testados
  • Apoio a colaboradores com dependentes no período em que creches e escolas estiverem fechadas

Horário de funcionamento

O horário de funcionamento estabelecido para bares e restaurantes pela prefeitura é das 6 horas até as 22h, desde que seja autorizado pela gestão estadual.

Como o decreto do estado publicado também neste sábado estabelece limite de horário até 17h, o que vale é a regra estadual.

Para a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o horário pode impedir que os empresários abram as portas de fato na segunda-feira. “Tem café que tem perfil de clientela na parte da manhã, tem bar que o perfil de consumo é durante a noite, tem restaurante que funciona melhor no almoço”, disse Percival Maricato, presidente da Abrasel na sexta-feira (3).

Com relação as Praças de alimentação, o protocolo prevê: “As praças de alimentação deverão seguir o horário de funcionamento dos Shopping Centers em que estiverem localizadas”.

Na fase amarela, os shoppings estão autorizados a funcionar das 6h às 12h ou das 16h às 22h.

Acompanhe mais notícias na Rede Food Service.

+ posts

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Fique Atualizado!

Assine nossa newsletter

Veja também...