in

Não é só mais um Leite

a Fazenda Agrindus diferencia-se no mercado lácteo produzindo o leite do tipo A2A2 da marca Letti

Entre as bebidas mais antigas e mais consumidas pelo ser humano certamente está o leite. O leite de vaca, amplamente consumido no mundo todo, faz parte da alimentação de pessoas de todas as idades. O produto que é quase indispensável na mesa do consumidor, seja pela manhã, tarde ou noite, é também matéria-prima para produtos lácteos derivados como queijos, iogurtes, manteigas, etc.

O leite é considerado um alimento completo por conter proteínas, fósforo, potássio e zinco, ser a maior fonte de cálcio e importante fonte de vitaminas A, D, B2 e B12.

O Brasil é o quinto maior produtor de leite do mundo. Pesquisa realizada no ano passado da Pecuária Municipal (PPM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirma que Minas Gerais é o estado que mais produz leite no Brasil. Em segundo e terceiros lugares, vêm Paraná e Rio Grande do Sul, respectivamente.

Falando dos tipos diferentes de leite, no Brasil a maior parte da produção é do leite comum composto por proteínas dos grupos A1 e A2. Recentemente, no entanto, começaram a surgir empresas investindo em vacas que oferecem naturalmente leite composto apenas pela proteína A2. O Leite deste tipo tem a digestão mais fácil que o leite tradicional e segundo especialistas ajuda a evitar desconfortos intestinais.

O leite A2A2 é produzido por um sistema diferenciado dos leites comuns por algumas fazendas produtoras espalhadas pelo país.

A Fazenda Agrindus destaca-se como uma produtora diferenciada e se especializou na produção do leite A2A2, com diversos produtos desenvolvidos diretamente para o consumidor final, seguindo premissas de qualidade e saudabilidade de forma muita séria.

Equipe Letti em evento de divulgação da marca

A Rede Food Service conversou com Einat Eisler, diretora e responsável pela comunicação da empresa. Einat explica com orgulho que a “Letti” é a marca de varejo da Fazenda Agrindus, uma das mais reconhecidas fazendas produtivas do país.

Lançada em 2007, a Fazenda produz leite tipo A, creme de leite fresco pasteurizado, iogurtes, coalhadas, leite fermentado, entre outros produtos, e agora está se reposicionando para fazer com que o brasileiro retome a sensação de frescor do leite.

“Todos os nossos produtos são feitos com leite tipo A – produzidos e envasados na nossa fazenda – provenientes de vacas A2A2, oferecendo fácil digestão e qualidade diferenciada” Einet ainda frisa: “Toda nossa linha é transparente. O leite Letti é ordenhado e imediatamente pasteurizado e envasado, chegando ao consumidor no prazo mais curto possível”.

O processo destacado por Einat e a agilidade da equipe Agrindus em fazer o produto chegar rápido ao mercado, garantem a preservação do sabor original e os valores nutricionais do leite.

“Outro diferencial importante é o foco na origem, rastreabilidade e segurança dos nossos processos. O lema ‘Da Fazenda Para Você’ é realidade aqui. Temos, sim, total rastreabilidade sobre o que é feito na fazenda. Possuímos um certificado de origem para a comunidade judaica – selo BDK”, ressalta a executiva e continua: “Somos a primeira marca no Brasil a oferecer em escala o leite proveniente de vacas A2A2, que é melhor absorvido pelo organismo. Seu grande diferencial é exatamente ser um produto de fácil digestão.”

São três versões do leite tipo A2A2 produzidos pela fazenda: Integral, Semidesnatado e Desnatado. Mudando apenas o % de gordura entre eles.

Os leites são envasados em embalagem PET transparente garantindo a reciclabilidade e o conceito da marca de transparência do início ao fim do processo. A média de preço do produto fica entre R$ 6,00 e R$ 8,00 o litro dependendo do local e da região que é vendido.

Para Einat, os consumidores de forma geral estão buscando cada vez mais produtos frescos e naturais. “No último ano, dobramos nossa produção e ampliamos nossa distribuição. A aceitabilidade tem sido excelente em todos os sentidos.

Linha de produtos Letti A2

Com relação aos cardápios, de onde o leite possa se encaixar em uma refeição, estamos nos lugares tanto B2B (business-to-business) – cafeterias, restaurantes, sorveterias; quanto nas casas dos consumidores que valorizam a origem e a qualidade dos alimentos que usam nas receitas.

Desta forma o produto hoje é utilizado desde um café com leite ou um capuccino até um estrogonofe preparado com nosso creme de leite.” É importante reiterar que o público que consome os produtos da marca valoriza a origem e a qualidade dos produtos consumidos. O perfil de pessoas varia entre idades, sexos e gostos. É uma bebida, definitivamente, para todos os paladares.

A Fazenda também possui um sistema de e-commerce que entrega todos os produtos da Linha A2A2 diretamente na casa do consumidor.

Finalizando, para os empresários da área e revendedores, a diretora salienta que o maior benefício que a empresa proporciona, igualmente aos intermediários que fazem o produto chegar ao cliente final, é vender itens que cuidam desde a alimentação da vaca até a embalagem”, e garante que o consumidor está cada vez mais valorizando isso.

E-commerce: www.maniadeleite.com.br

Escrito por https://redefoodservice.com.br/author/bernard/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Startup Picap passa a oferecer serviço de entrega last mile para vencer impactos da pandemia de Covid-19

5 DICAS JURÍDICAS PARA ENFRENTAR A PANDEMIA